Angra dos Reis retoma medidas mais duras de isolamento e restringe atividades náuticas

Por: Redação -
24/05/2020

Angra dos Reis retoma medidas mais duras de isolamento e restrição de atividades náuticas, que entram em vigência nesta segunda-feira, 25 de maio

Conforme o prefeito de Angra dos Reis, Fernando Jordão, explicou durante a 1ª NÁUTICA Live, realizada dia 7 de maio, a flexibilização do isolamento social estava condicionada ao avanço do coronavírus na cidade, que então tinha 228 casos confirmados, com 6 óbitos.

Três semanas depois, levando em consideração a ocupação de 50% da totalidade de leitos do Centro de Referência Covid-19, que funciona na Santa Casa, Fernando Jordão assinou o Decreto nº 11.646, publicado no Diário Oficial neste sábado, 23 de maio, anunciando a retomada de medidas mais duras de isolamento social.

“Fizemos uma reunião e decidimos que vamos ter medidas mais duras de quarentena. Nós avisamos e também divulgamos nas lives, nos vídeos e nos boletins que a prefeitura emitiu que, se a cidade chegasse a 50% de ocupação no Centro de Referência Covid-19, nós iríamos tomar essas medidas. Como chegamos a 50%, vamos efetuar as novas medidas, publicadas no decreto emitido hoje, que passa a valer nesta segunda-feira (25 de maio)”, declara o prefeito de Angra dos Reis.

A nova ordem passa a valer até o dia 8 de junho. Além de proibir uma série de atividades econômicas — com exceção das essenciais, como farmácias, supermercados, açougues, peixarias, e hortifrutigranjeiros, distribuidores de gás e água mineral, postos de combustível, transportadoras de alimentos, serviços de saúde — o decreto amplia a restrição às atividade náuticas.

Até agora, estavam proibidas apenas atividades náuticas de turismo e o acesso de turistas às águas de Angra. A partir de agora, fecham também as operações nas marinas (públicas e privadas), iates clubes, além de lojas e mecânicas náuticas.

Falando à NÁUTICA na manhã deste domingo (24/05), Fernando Jordão explicou que a navegação não está proibida e que as restrições se aplicam aos barcos de esporte e recreio que estão em seco. “Como essas embarcações estão docadas e as operações nas marinas e garagens náuticas estão suspensas a partir deste segunda, os donos de barcos não terão como sair para navegar”.

Porém, ele fez uma ressalva: “As embarcações de esporte e recreio que já se encontram na água poderão continuar navegando, respeitando as regras de distanciamento social e da não aglomeração”, pontua.

O prefeito angraense alertou também que fiscalizará as águas de Angra dos Reis, da Baía da Ilha Grande e as ilhas, para que não haja aglomerações, seja de barcos ou de pessoas.

Também haverá restrição à circulação de pessoas e veículos na cidade após as 22 horas, salvo nas hipóteses de atendimento médico-farmacêutico e dos agentes públicos no exercício da função.

Além disso, considerando a necessidade imediata de isolamento social ampliado, a prefeitura decretou ponto facultativo nesta segunda-feira, 25. Os estabelecimentos empresariais que violarem quaisquer das regras serão multados e poderão receber suspensão temporária da licença de funcionamento (alvará).

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço gratuito de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 99

    Evento se destacou por trazer inovações que foram além dos barcos para 51 mil visitantes

    Rio Boat Show 2024 será palco para estreia da Schaefer V44 em águas brasileiras

    Lançamento walk around da Schaefer Yachts estará nas águas da Marina da Glória, de 28 de abril a 5 de maio

    Megaiate apreendido vira "batata-quente" para os Estados Unidos; entenda o caso

    Governo norte-americano quer vender embarcação e alega não ter condições de pagar manutenção

    Reveladas imagens inéditas de navio que afundou com seu capitão há 84 anos

    O graneleiro Arlington foi encontrado nos EUA e traz, além de imagens, a história do capitão que não quis se salvar

    Novo estudo mostra que baleia-azul está acasalando com baleias-comuns mais do que deveria; entenda

    Número até então desconhecido de animais com DNA híbrido colocou pesquisadores em alerta