Paris realizará sessão inédita de cinema flutuante no maior lago artificial da cidade

10/07/2020
A capital francesa promete protagonizar uma experiência inédita com grande aceitação do público que, até então, esteve privado de acompanhar sessões de cinema 

Receba as notícias da NÁUTICA direto no seu celular clicando aqui.

Diante da incerteza sobre a reabertura das salas de cinema durante a pandemia da Covid-19 em todo mundo, diversos espaços foram transformados em drive-ins, considerados seguros já que seu público fica confinado dentro do próprio carro. Paris não fugiu à moda. Na noite de 18 de julho, a capital francesa colocará em prática essa ideia, mas, em vez de salas de exibição improvisadas em estacionamentos de shoppings ou em estádios de futebol, será organizada uma sessão de cinema nas despoluídas águas do Bassin de La Villette, um porto fluvial, que é o maior lago artificial de Paris. O cinema flutuante terá uma tela de 16 x 9 metros, com uma sessão exibindo a divertida comédia Le Grand Bain (Um Banho de Vida), de Gilles Lellouche.

O público assistirá ao filme em barcos elétricos inteligentes (facilmente controláveis), com capacidade para duas a seis pessoas. Uma frota de 38 barcos elétricos será oferecida aos espectadores, que terão ainda a opção de assistir ao filme sentados em uma das 150 cadeiras de praia instaladas em uma estrutura flutuante.

Foto: lago Bassin de la Villette, em Paris

LEIA TAMBÉM
>> Privacidade a bordo: a possível fórmula de proteção contra paparazzi nos iates
>> Entenda: como uma sala de pânico pode ser implantada por medida de segurança em iates?
>> Inacreditável conceito de megaiate espanhol que alia sustentabilidade e tecnologia

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a cidade de Paris, a empresa Häagen-Dazs e a cadeia de cinema MK2, que ficou responsável pela parte técnica da projeção gratuita — para conquistar um ingresso, os espectadores precisam fazer pré-inscrição até o dia 15 de julho (os vencedores serão escolhidos por sorteio e notificados por e-mail).

Tudo para apoiar o retorno do Paris Plages, um evento anual que marca a abertura da temporada de verão na capital francesa, com a transformação das margens do rio Sena e do porto de Bassin de La Villette em uma espécie de praia urbana, com três piscinas rodeadas de decks de madeira, tanques de areia, espreguiçadeiras e quadras de vôlei, além de vestiários e chuveiros.

No Brasil, essa iniciativa poderia virar uma realidade, não é mesmo?! Pense em todos os lagos, rios, represas e canais que também poderiam ser transformados e cinemas flutuantes, uma experiência fascinante.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 99

    Evento se destacou por trazer inovações que foram além dos barcos para 51 mil visitantes

    Rio Boat Show 2024 será palco para estreia da Schaefer V44 em águas brasileiras

    Lançamento walk around da Schaefer Yachts estará nas águas da Marina da Glória, de 28 de abril a 5 de maio

    Megaiate apreendido vira "batata-quente" para os Estados Unidos; entenda o caso

    Governo norte-americano quer vender embarcação e alega não ter condições de pagar manutenção

    Reveladas imagens inéditas de navio que afundou com seu capitão há 84 anos

    O graneleiro Arlington foi encontrado nos EUA e traz, além de imagens, a história do capitão que não quis se salvar

    Novo estudo mostra que baleia-azul está acasalando com baleias-comuns mais do que deveria; entenda

    Número até então desconhecido de animais com DNA híbrido colocou pesquisadores em alerta