Quase pronta!

Por: Redação -
14/08/2015

O estaleiro gaúcho Cimitarra está na fase final de construção da sua mais nova – e maior – lancha: a Cimitarra 760. Embora seja uma completa novidade, três unidades da embarcação já foram vendidas, antes mesmo de serem produzidas. Com quase 24 metros de comprimento, a embarcação já é quase classificada como um iate e terá três ou quatro suítes, de acordo com a preferência do dono. O modelo contará, também, com impressionantes 2,80 metros de altura na cabine, característica sempre presente nos barcos da Cimitarra, além de motorização Volvo IPS 1200.

A Cimitarrá 760 estará no São Paulo Boat Show 2015, que acontecerá de 1º a 6 de outubro, no Transamerica Expo Center. No salão, a nova lancha será oferecida por cerca de R$ 6,8 milhões, o que é significativamente menos do que um barco importado do mesmo porte. “Investimos bastante para projetar e construir este barco, mas não temos pressa em recuperar o dinheiro”, diz Tomas Ko-Freitag, sócio-fundador do estaleiro, ao explicar o preço. “Mesmo no caso de um iate, seguimos fiéis à nossa linha de restringir a margem de lucro para poder oferecer um barco financeiramente competitivo”, completa.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Brasileira faz "dobradinha" em premiação da ONU de fotos marinhas

    A fotógrafa Andrea Marandino conquistou a 1ª e 2ª colocação em concurso mundial

    Robô submarino encontra lula com ovos gigantes no fundo do mar

    Cientistas acreditam tratar-se de nova espécie do animal, capaz de botar ovos com o dobro do tamanho comum

    Grand Ocean Boats leva lancha de 37 pés ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro exibirá o modelo Grand Ocean 37 na segunda edição do evento náutico, que vai de 4 a 7 de julho

    De 4º maior lago do mundo a deserto: o que aconteceu com o Mar de Aral

    Má gestão de recursos naturais tornou o Mar de Aral um dos maiores desastres ambientais do mundo

    Destroços do último navio de Ernest Shackleton são encontrados no Canadá

    Quest, explorador polar de uma das figuras mais conhecidas da navegação, está no mar de Labrador, a cerca de 390 m de profundidade