Sebrae nos EUA

09/11/2015

Opinião e quem veio:

Maurício Wilkins, do estaleiro M1

“Já passei por boa parte dos barcos na água e o que me chamou mais a atenção foi a qualidade, qualidade na construção, qualidade na montagem e qualidade no acabamento. Não é nada impossível da gente conseguir fazer no Brasil, mas aqui há uma oferta muito maior de materiais e de fornecedores. É fácil ver também que o segmento dos  barcos de pesca é muito forte por aqui.”

Daniel Hulse da empresa Jett Deck, especializada na fabricação de revestimentos de EVA

“Somente nós e mais duas empresas no mundo fabricamos pisos de EVA para barcos. Começamos há 16 anos fazendo revestimentos para reposição dos carpetes sintéticos usados em  jets e há três anos ingressamos no mercado das lanchas. Nosso material, comparado ao que vi até agora por aqui, é superior no quesito  acabamento. Porém, me chamou muita a atenção a cultura dos fabricantes americanos de barcos. A busca pela qualidade é uma constância por aqui.”

Zamir Pereira da Hydreco, especializada em equipamentos hidráulicos náuticos, como plataformas, flapes e pontes e desembarque

“Comparado ao mercado americano, a principal dificuldade em nossa área, de fabricação de equipamentos metálicos hidráulicos, é a dificuldade na obtenção de matéria prima adequada. Tive um caso  em que o próprio cliente, para finalizar um equipamento,  teve de viajar ao exterior para trazer uma haste metálica na especificação correta, pois não existia esta peça no Brasil e a burocracia, junto com  o custo para importação deste item,  tornaria inviável a finalização desta encomenda. Também temos a questão do preço. Nem todos se dispõe a pagar pela qualidade, o que não ocorre por aqui.”

Marcos Sebastião, do estaleiro Brasboats

“Um dois itens que mais me chamou a atenção nesta visita foi  o poder de recuperação da indústria náutica americana. Em 2011, no meio da crise pela qual este país passou, haviam poucos visitantes nos salões náuticos da Flórida. Porém, neste ano, a situação mudou bastante e observei muito movimento aqui no Fort Lauderdale Boat Show. Tal como nesta cidade, estamos cercados de água em Florianópolis, mas não aproveitamos os barcos como os americanos fazem aqui.  Em termos de lanchas de pesca, espero que um dia tenhamos uma proporção maior neste tipo de embarcação  em relação às lanchas de passeio, que aqui representam apenas metade do setor.”

Antonio Soto, do estaleiro Sec Boats

“Somos especializados em catamarãs e desde 2010 tenho acompanhado o mercado de multicascos. Aqui, nos EUA, este segmento têm crescido muito, a uma taxa de 11% ao ano. Isto significa que cada vez mais os multicascos estão conquistando  o espaço dos monocascos nas águas americanas. Estamos aqui para verificar tudo que possa ser usado para aprimorar nosso produto no Brasil, que está muito atualizado em relação ao mercado mundial”

Roberto Albuquerque, gerente Sebrae-SC

“Esta é a primeira missão internacional do Sebrae-SC junto com a Acatimar. Trouxemos 12 empresários do setor náutico catarinense para ajudar no desenvolvimento destas pequenas empresas. Conhecer como é o mercado náutico americano, o maior e o mais competitivo do mundo, é uma excelente oportunidade para que todos incorporem conceitos para auxiliar na consolidação e no desenvolvimento de novos produtos no Brasil, bem como na exportação barcos e acessórios para os EUA.”

 

IMG_4260

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Minas Gerais ganhará bar flutuante de vinhos na Represa do Funil

    Com o nome de Almas Gerais, iniciativa tem previsão de entrega em julho de 2024 e faz parte do milionário projeto Enovila

    Fotógrafo captura cena impressionante de jubarte atravessando raias: “muito emocionado”

    Imagens que encantaram as redes mostram baleia atravessando enorme cardume de espécie ameaçada de extinção

    Cientistas descobrem que baleias beluga podem se comunicar movimentando a cabeça; assista

    Conclusão veio com o estudo de animais em cativeiro; pesquisadores registraram 5 movimentos diferentes

    Casa de vidro sobre as águas no Texas está à venda por quase R$ 30 milhões; conheça

    Residência fica na cidade de Round Top, cujo último senso registrou população de 91 habitantes

    E-combustíveis para o setor marítimo podem gerar 4 milhões de empregos, diz pesquisa

    Estudo foi encomendado pelo Fórum Marítimo Global e indica que as vagas serão abertas até 2050