The World

17/08/2016

Anunciado como o maior navio residencial do planeta, esta embarcação tem 644 pés de comprimento com 12 deques, conta com 165 apartamentos privados, seis restaurantes, vários bares, boutiques e lojas, duas piscinas, um spa, academia, campo de tênis, teatro e galeria de arte. A maioria dos 142 proprietários vivem a bordo de três a seis meses por ano. Os apartamentos variam de tamanho – vão de estúdios a uma cobertura de 3 000 pés quadrados e podem ser decorados como os proprietários desejarem.

Ao contrário de um navio de cruzeiro, The World, como é chamado, passa mais tempo nos portos do que no mar, com estadias mais longas em cada um deles. O navio visita, em média, 100 portos por ano, todos determinados por um conselho de moradores que escolhem as paradas com três anos de antecedência. Desde o seu lançamento, em 2002, The World já visitou mais de 900 portos em 140 países.

Foto: Reprodução

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Na Holanda, live permite acionar "campainha de peixes" para liberar passagem de animais por eclusa

    Transmissão ao vivo mostra quando um peixe aguarda passagem; espectadores avisam operadores ao "tocar campainha"

    Renault apresenta veleiro desmontável, jet elétrico e prancha motorizada

    Marca francesa propõe novas soluções de mobilidade e mostrou inovações durante lançamento de carro elétrico

    No NÁUTICA Talks, Alberto Brandão fala sobre as regatas virtuais no Brasil

    O jogo Virtual Regatta será o centro do papo sobre o eSailing no país, em palestra que acontece dentro do Rio Boat Show 2024

    Movido a energia solar, novo catamarã da Sunreef Yachts promete bateria de 1 mil kWh

    Modelo da Sunreef Yachts contará com tecnologia que percorre toda superfície externa do barco para captar a luz do sol

    JF Sun levará linhas de óculos e acessórios ao Rio Boat Show 2024

    Com especialização em lentes polarizadas e esportivas, marca estará de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória