Vela na Guarapiranga

Por: Redação -
24/05/2016

A quarta etapa da Copa Yacht Club Paulista (YCP), encerrada neste domingo, 22, na Raia 2 da Represa Guarapiranga, contou com 70 barcos inscritos e quatro regatas para a maioria das classes. Laser e Snipe foram as mais numerosas, enquanto a HPE 25 reservou disputa entre velejadores experientes como, André Fonseca, João Hackerott, Marcos Ferrari, Felipe Furquim, entre outros. No dia decisivo, as rajadas de noroeste chegaram a 12 nós (22 km/h) após a primeira largada. Em seguida, o vento rondou para norte e logo veio desafiadora calmaria.

A competitiva classe HPE 25 levou sete barcos à raia, com domínio da tripulação do YCP Sailing Team Pajero, formada por André Fonseca, o Bochecha; Sérgio Rocha, Juninho de Jesus e Amauri Gonçalves. “A primeira regata de hoje (domingo), com percurso barla-sota (duas boias) foi muito boa, mas na última, triangular, ficamos sem área suficiente para velejar e quase sem vento. Foi um fim de semana excelente, com quatro regatas bem disputadas”, relatou o velejador olímpico Bochecha, comandante do barco vencedor de três das quatro provas de HPE 25.

A mesma tripulação disputará a quinta etapa da Copa YCP em 11 e 12 de junho e no mês seguinte correrá de HPE 30 na Semana de Vela de Ilhabela. O segundo colocado foi o Rubber Soul, com Marcos Ferrari (YCSA), que obteve uma vitória, seguido pelo Sailing Team L200 Triton, com Maurício Bueno (YCP) no comando. Em outras classes, vitórias de: Arno Buchli Jr. (ASBAC) – Day Dailer, Lucas Haug (YCSA) – Laser 4.7 e Caio Luchini (CCC) – MT19, conforme súmulas provisórias. A Copa YCP tem realização da Fevesp com os apoios de: North Sails, Regatta Náutica, Carretas Náuticas Gagliotti e Jornal Almanáutica.

As flotilhas de Laser e Snipe, contaram com mais de 20 barcos inscritos cada. Stefano Mazzaferro (YCSA) venceu na Laser Standart, enquanto Anderson Brandão (GVI) foi o primeiro colocado na Snipe nos resultados a serem confirmados. Na classe Star, o duelo ficou entre Marcelo Bellotti (YCP) e Fábio Bodra (YCSA) que levou a melhor. “Foi ótimo testarmos novas regulagens para os próximos campeonatos. Precisamos treinar muito para o 7º Distrito, em Santos; Semana de Ilhabela e Sul-Americano, em Brasília”, afirmou Bellotti que defenderá o título de Ilhabela em julho.

No hangar do YCP, antes das regatas, a atração foi a Clínica Norh Sails apresentada pelo argentino Gonzalo Veritz, campeão mundial de S40, com informações sobre ajustes adequados de velas. Para o diretor de Vela do YCP, Beto Hackerott, o evento precisa se tornar uma confraternização. “Há velejadores que vêm também pela parte social. O brunch, por exemplo, reuniu 90 velejadores. É um diferencial do YCP. Exceto Laser, devido à falta de vento, demais classes correram quatro provas diversificadas pelas rajadas de noroeste a nordeste. Foi difícil até para quem conhece bem a represa”, avaliou Beto.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Marolas podem trazer riscos; confira dicas para evitar ou atenuar

    As "ondinhas" formadas pelos barcos parecem inofensivas, mas são perigosas

    Como navegar à noite: dicas para sair em segurança com seu barco

    Navegação noturna envolve mais riscos e exige o dobro de atenção no posto de comando; confira

    Manual da ancoragem: saiba tudo sobre âncoras e como atracar com segurança

    Equipamento pode ter diferentes formas e adequações; saiba qual faz mais sentido para o seu barco

    Esculturas bordadas: artista francesa reproduz formas, texturas e cores dos corais

    As obras poéticas de Aude Bourgine pretendem despertar admiração pela natureza e o desejo de protegê-la

    Conheça Shicheng, cidade chinesa de 600 anos submersa propositalmente

    Local foi inundado há 64 anos para a construção da barragem hidrelétrica e hoje recebe mergulhadores