Clássico veleiro Yaramar comemora 75º aniversário navegando pelo Guaíba

05/05/2021

No último dia 24 de abril, o tradicional veleiro Yaramar comemorou seu 75º aniversário. Inaugurado na antiga sede do Veleiros do Sul, no bairro Navegantes, em Porto Alegre, o clássico cúter faz parte da história da vela no Clube, sendo o mais antigo barco em atividade no VDS.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Considerado praticamente como um membro da família Altreiter desde 1946, Yara, nome inicialmente exposto em seu costado, está na sua terceira geração de proprietários, atualmente sob comando de Augusto, skipper profissional que desde pequeno herdou a paixão pela navegação.

“O Yaramar foi construído pelo meu avó, Bruno Altreiter e pelo vizinho dele, Eberhard Herzfeldt, na garagem de casa, no bairro São João, em 1946. Após o término da construção, foi para o Veleiros do Sul, onde segue até hoje. E, em 2005, para regularização junto à Marinha, ele foi passado para mim, que mantenho ele no mesmo clube e navegando”, afirmou o skipper.

Para Augusto, o que faz do Yaramar tão especial é ser uma herança de família, além de ser um veleiro de linhas clássicas, construído em Cedro e Loro Freijó, duas madeiras nobres que sempre mantém o cheiro característico do barco.

Ao longo dos anos, Yaramar passou por algumas transformações em sua estrutura, como a diminuição da popa e a inclusão de um banheiro. Apesar do tempo e das mudanças, a essência do veleiro permanece a mesma desde a sua criação, conservando as linhas clássicas e o estilo facilmente reconhecido em água ou na marina.

As últimas grandes mudanças feitas foram a substituição da mastreação original por uma de alumínio, a implantação de um banheiro e a diminuição da popa, para não ser tão lançada. Além disso, foi instalado um guincho de âncora, uma distribuição eletrônica no motor (ainda original). “Aos poucos estou colocando coisas mais modernas, como geladeira, placa solar, etc. Mas sempre mantendo a configuração e estética do desenho original”, disse Augusto, que sempre que possível veleja com o Yaramar. “Mesmo viajando com outros barcos e dando aula na escola de vela do Veleiros do Sul, ou seja, estou quase sempre embarcado, é um prazer diferente navegar no meu próprio barco”, enfatizou.

Mesmo sendo um senhor, Yaramar é presença constante nas regatas noturnas e festivas, pelo Guaíba.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Peixe-lua encontrado em praia dos EUA pode ser o maior já registrado na história

    Espécie rara de 2,2 metros foi encontrada já sem vida na cidade de Gearhart, no estado de Oregon

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares