Barcelona sediará as regatas da America’s Cup 2024

Por: Redação -
31/03/2022

O Royal New Zealand Yacht Squadron e o Emirates Team New Zealand anunciaram, nesta terça (29), que a cidade de Barcelona, na Espanha, será a sede da America’s Cup 2024. A 37ª edição da mais antiga competição de barcos do mundo ocorrerá em setembro e outubro de 2024.

 

A confirmação veio após coletiva de imprensa que reuniu autoridades espanholas e o chefe da equipe neozelandesa, Grand Dalton. O time liderado por Peter Burling ganhou a taça Auld Mug nas duas últimas edições, disputadas em Bermudas e Auckland, respectivamente.

 

Os neozelandeses apostaram em Barcelona para assumir o lugar da própria cidade local de Auckland como anfitriã depois que a cidade irlandesa de Cork desistiu da disputa.

 

Além da cidade catalã, a também espanhola Málaga e Jeddah, na Arábia Saudita, estavam no páreo. A Espanha já sediou a America’s Cup no passado, em Valência. “Barcelona é realmente uma das cidades mais reconhecidas do mundo, então ter a capacidade de sediar o evento de vela mais reconhecido do mundo é extremamente emocionante”, disse Grand Dalton.

 

“Como defensores da America’s Cup, sempre sentimos a responsabilidade de fazer crescer o evento, o público e o esporte da vela em escala global, e certamente ter o evento sediado em uma cidade importante como Barcelona nos permitirá impulsionar isso”.

 

O Royal New Zealand Yacht Squadron, como vencedor da última Copa América, tem o direito de decidir a próxima cidade-sede. A ideia no papel foi aproximar o público das regatas com os AC75.

 

 

No BID, que é a disputa pela sede, os neozelandeses teriam recusado uma oferta de US$ 99 milhões do governo da Nova Zelândia e do Conselho de Auckland para sediar a próxima edição.

 

A cidade catalã, que recebeu a Olimpíada de 1992, tem instalações de classe mundial para a modalidade, como bases de equipes, infraestrutura técnica e superiates.

 

Os fatores levados em conta foram a hospitalidade, a mídia e a disponibilidade de espaço para o village que receberá os fãs.

 

“É um evento esportivo histórico, que tem grande projeção mundial. A America’s Cup não é apenas uma atividade esportiva isolada, e oferece muito mais do que isso para o Host Venue. É um evento que vai gerar retorno em várias plataformas ao longo dos anos e deixará um importante legado para a Catalunha”, disse o presidente da Generalitat de Catalunya, Pere Aragonés.

 

Nos meses de setembro e outubro, Barcelona tem vento médio de 9 a 15 nós. O local sediará, em paralelo, a primeira Women’s America’s Cup e a Youth America’s Cup.

 

A regata da America’s Cup é o evento mais antigo do esporte internacional, fundado em 1851.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Homem nada mais de 100 metros sem respirar em lago congelado e quebra dois recordes

    Aos 52 anos, experiente nadador suíço acumula títulos e já deteve outro recorde mundial; confira

    Resorts 'no meio do nada' oferecem de natação com cavalos a plantio de recifes

    Ultraluxuosos, estabelecimentos cercados por belas águas buscam se diferenciar com passeios extravagantes; conheça 5 deles

    Búzios ganhará Centro de Desenvolvimento da Vela após parceria de ICAB e CBVela

    Parceria inédita prevê treinos das equipes jovem e principal, clínicas, uma escola de vela e projeto social para fomento do esporte na região

    Tubarão mais rápido dos oceanos é filmado no litoral de São Paulo; assista

    Conhecido como tubarão-mako, animal que pode atingir até 70 km/h foi flagrado próximo à Ilhabela

    Pinguim aparece em praia de Cabo Frio (RJ), surpreende banhistas e levanta dúvida: é normal?

    Apesar de ter sido visto navegando tranquilamente no mar transparente da região, presença do animal em águas brasileiras levantou questionamentos