Barco ou avião?

Por: Redação -
28/03/2016

Os  barcos de corrida mais rápidos do circuito mundial – H1 Unlimited – são hidroplanos conhecidos como 3 pontos alimentados por turbina de helicóptero preparadas, produzindo 3 000 cavalos de potência e chegando a espantosa marca de 200 MPH levantando um leque de água de aproximadamente 300 pés de comprimento chamado de “roostertail”. Os circuitos são ovais e as curvas são para a esquerda e uma quilha que fica no sponsor esquerdo do barco para segurar o arrasto lateralmente e estabilizar o barco nas curvas, forma o segundo leque de água durante as curvas. Quando você olha esses barcos de 3 000 Kg decolar como um avião e, praticamente, 12 barcos e 12 pilotos querendo ganhar, disputando nas retas e nas curvas lado a lado, você se arrepia!

Em 2015, para incrementar o evento, acrescentaram em conjunto o campeonato dos barcos supercharged V-8 Grand Prix, hydroplanos cuspidores de fogo que atingem a velocidade velocidade 175 mph. A temporada de 2015 começou nos dias 3, 4 e 5 julho, em Madison, no rio Ohio, em Indiana, com circuito de 2,5 milhas que se estendeu debaixo da ponte Milton – Madison. Depois, seguiu para oeste do rio Columbia, em Kennewick (Washington), nos dias 24,25 e 26 de julho, o famoso HAPO Gold Cup. A terceira etapa aconteceu em Seattle, onde Washington hospedou o Albert Lee Appliance Cup nos dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto, no circuito histórico de hidroaplano Lake Washington, onde o evento sempre resulta em grandes corridas pois a maioria das equipes têm bases e patrocinadores na área metropolitana de Seattle e uma vitória lá é o desejo de todas as equipes.

O UAW / GM Spirit of Detrit Hydrofest, em Detroit (Michigan), aconteceu nos dias 22 e 23 de agosto, com o famoso circuito Turn Roostertail, e a última etapa da temporada aconteceu em na bela Baía Mission, denominado San Diego Bayfair, em San Diego (Califórnia) nos dias 18, 19 e 20 de setembro, com a espetacular vitória de Jimmy Shane da equipe Miss Madison conquistando assim com a soma dos pontos do campeonato o título mundial de 2015.

Este ano, teremos uma corrida um tanto quanto especial que acontecerá em Detroit. A famosa Gold Cup (“Taça de Ouro”) foi concedida pela primeira vez no rio Detroit, em 1916, e tem sido disputada em Detroit mais do que qualquer outra cidade, sendo que neste ano ela completará 100 anos de corridas de lancha, que é algo realmente especial. No passado, a Gold Cup em Detroit atraiu multidões e, em seu auge, entre os anos de 1960 e 70, centenas de milhares assistiram os Big Thunder Boats acelerarem no rio Detroit.

Os novos meios tecnológicos que serão inaugurados este ano, por meio dos quais poderemos assistir as corridas e seguir as notícias em tempo real através de aplicativos, prometem difundir ainda mais a H1 Unlimited que já conta com milhões de fans pelo mundo.

O calendário de 2016 ficou assim:
Madison Regatta 1-3 julho
HAPO Columbia Cup 29-31 julho
Seafair Weekend  com o Albert Lee Appliance Cup 05-7 agosto
UAW-GM Spirit of  Detroit Hydrofest “APBA Gold Cup” 27-28 agosto
San Diego Bayfair 16-18 setembro

Lebos Chaguri é piloto e especialista em barcos de corrida

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Marolas podem trazer riscos; confira dicas para evitar ou atenuar

    As "ondinhas" formadas pelos barcos parecem inofensivas, mas são perigosas

    Como navegar à noite: dicas para sair em segurança com seu barco

    Navegação noturna envolve mais riscos e exige o dobro de atenção no posto de comando; confira

    Manual da ancoragem: saiba tudo sobre âncoras e como atracar com segurança

    Equipamento pode ter diferentes formas e adequações; saiba qual faz mais sentido para o seu barco

    Esculturas bordadas: artista francesa reproduz formas, texturas e cores dos corais

    As obras poéticas de Aude Bourgine pretendem despertar admiração pela natureza e o desejo de protegê-la

    Conheça Shicheng, cidade chinesa de 600 anos submersa propositalmente

    Local foi inundado há 64 anos para a construção da barragem hidrelétrica e hoje recebe mergulhadores