Do octógono para a água

Por: Redação -
24/06/2015

Dan Hardy é o primeiro de uma lista de atletas e personalidades selecionados pelo governo do Reino Unido para integrarem o Barco da Grã-Bretanha nesta edição comemorativa da Clipper Race. A ação faz parte da campanha do Reino Unido para promover investimentos estrangeiros, turismo e esporte na região.

Ele acaba de concluir o primeiro dos quatro níveis do treinamento da Clipper Race e irá se juntar com restante da equipe comandada pelo experiente Capitão Pete Thornton no final de agosto, para a largada que acontecerá em Londres.

“Eu não tinha experiência nenhuma na vela, mas desde pequeno sempre gostei do mar e de desafios. Quando me chamaram para representar o meu país na regata, como parte da tripulação do barco da Grã-Bretanha, eu não pude recusar”, disse Hardy, justificando a decisão de participar da mais longa regata de volta ao mundo que existe.

Nascido na cidade inglesa de Nottingham, Dan Hardy começou sua carreira de lutador no MMA, sigla para Mixed Martial Arts, com cinco anos. Com o passar do tempo se especializou em Taekwondo, jiu-jitsu, boxe, submission wrestling, muay thai e wushu. Depois de virar profissional no UFC, principal organização do mundo do MMA, ele se tornou um dos principais lutadores ingleses e o primeiro a disputar um título, em 2010, contra Georges St-Pierre. Hoje, Hardy atua como comentarista e embaixador oficial do Reino Unido para o UFC e é muito influente no esporte no país.

“A Clipper Race será um desafio totalmente novo para mim. Estou acostumado a competir individualmente contra um adversário físico em competições que duram no máximo 25 minutos. Agora durante um mês inteiro disputaremos o título contra outras onze equipes e, principalmente, contra a mãe natureza, o adversário mais duro e imprevisível que já enfrentei”, completou Hardy.

O fundador da Clipper Race e primeiro homem a velejar em solitário e sem escalas ao redor do mundo, Sir Robin Knox-Johnston, comentou: “Estou muito contente em receber Dan Hardy a bordo da Clipper Race. Tanto a luta profissional quanto a vela são esportes que exigem muita disciplina, foco e força mental. Desejo a Dan Hardy todo o sucesso em sua preparação e em sua jornada”.

Fotos Clipper/Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária