Estaleiro inglês investe 1 milhão de libras em novas instalações para aumentar produção anual

Por: Redação -
26/01/2021

A Williams Jet Tenders, do Reino Unido, investiu mais de 1 milhão de libras em uma nova instalação de moldagem interna de última geração e uma unidade de produção de grandes barcos totalmente equipada em suas instalações em Oxfordshire, o que permite uma produção de mais de mil embarcações por ano.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

A unidade de moldagem expande as capacidades internas da equipe e é uma nova mudança que fará com que a equipe interna da Williams controle cada elemento do processo de fabricação – garantindo o controle de qualidade completo sobre toda a gama de propostas e ajudando a reduzir as emissões e resíduos.

O investimento é apenas uma das grandes mudanças que a empresa fez no último ano, junto com a aceleração de seus planos de crescimento com diversos novos modelos, atualizações e atualizações anunciadas, incluindo o aumento da garantia do concurso de dois para três anos.

“O ano passado foi um ano marcante para a empresa, que continuou em 2021”, disse o diretor John Hornsby. “Implementamos muitas mudanças novas e definimos metas e ambições importantes para os próximos cinco anos. Isso incluiu a expansão de nossa capacidade interna de moldagem fechada de 1 500 m² para quase 2 000 m², elevando o número de barcos fabricados com infusão de resina para produzir os principais componentes compostos para cerca de 60% de nossa produção total de barcos”, completou.

Leia mais:

>> Ventura Marine irá inaugurar revenda na Avenida Bandeirantes, em São Paulo

>> No aniversário de São Paulo, entenda o papel que os rios tiveram na ocupação da cidade

>> Novas marinas e incentivo ao turismo náutico: conversamos com Fausto Franco, secretário de Turismo da Bahia

“Além disso, adicionamos 1 300 m² para o desenvolvimento de nossa unidade de produção dedicada de grandes barcos. Todas essas decisões fazem parte da preparação para o futuro de nossa empresa e instalações para viabilizar nossos produtos e planos de negócios, além de utilizar nossa força de trabalho altamente qualificada que realmente conhece e compartilha a paixão por nossos produtos em toda a nossa gama”, acrescentou Hornsby.

“A Covid-19 tem sido um grande desafio para a indústria, mas também nos deu tempo para realmente focar em onde a marca está caminhando e como desejamos operar como empresa. Estamos satisfeitos por começar 2021 com alguns planos muito interessantes pela frente”, finalizou o diretor da empresa.

A Williams Jet Tenders foi fundada em 2004, por Roy Parker e os irmãos Mathew e John Hornsby, e conta com 13 modelos em cinco linhas de embarcações.

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Peixe-lua encontrado em praia dos EUA pode ser o maior já registrado na história

    Espécie rara de 2,2 metros foi encontrada já sem vida na cidade de Gearhart, no estado de Oregon

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares