História e navegação

27/01/2016

O Museu Náutico da Universidade Federal do Rio Grande (Furg), no cais do porto histórico de Rio Grande, no Rio Grande do Sul, ganhou um novo atrativo. Depois de 60 anos de atividade, a ex-corveta Imperial Marinheiro, embarcação que durante décadas percorreu os mares do Sul em missões de patrulha, resgate e salvamento, foi atracada no local e passa a receber o público em geral.

Desde a última sexta, 22, quando foi aberta à visitação, o navio de guerra passou a servir como um “museu flutuante”, um dos poucos no país, servindo como um novo espaço educativo, instrumento de divulgação de história naval brasileira. Apenas a cidade do Rio de Janeiro – com um contratorpedeiro – e  Belém (PA) – com outra ex-corveta –, têm iniciativas como essa.

Tudo no navio de guerra foi preservado: os equipamentos de navegação – que parecem antiquados diante da tecnologia presente nas embarcações atuais, mas preservam significativo valor histórico –, o timão, as metralhadoras e o canhão são originais. A embarcação passou apenas por um processo de revitalização e desarmamento, que envolve a retirada de munições e líquidos inflamáveis como o óleo diesel.

Foto: Reprodução

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária

    Solara Boat House fará sua estreia nas águas durante o Rio Boat Show 2024

    Estaleiro terá ainda 3 lançamentos e outros 6 barcos no evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória