Lançamento

Por: Redação -
06/06/2014

O Estaleiro Kalmar – referência na construção de barcos em madeira artesanais – em uma parceria inédita com a rede de lojas Regatta, tornou-se o atual fabricante da lancha Garda 22. A embarcação, inspirada nos charmosos barcos italianos da década de 50, alia o visual autêntico de um barco de época à tecnologia atual. Esta combinação revela uma lancha cheia de charme e com todo o conforto das embarcações atuais.

Ideal para passeios diurnos em águas abrigadas, a lancha apresenta ótima performance e velocidade. O seu casco em V pronunciado garante um navegar suave, e as quilhas ajudam a realizar curvas mais acentuadas, sendo muito recomendada para esqui do tipo slalom. Potente, recebe um motor Mercruiser Magnum 350, de 315 hp.

A lancha acomoda até seis pessoas, possui bancos dianteiros individuais e giratórios e um banco inteiriço e um solário mais a ré. Conta também com uma capota embutida no banco da popa que pode ser armada em dias de sol forte.

O acabamento é um dos pontos de destaque desta lancha, com o convés de cedro ripado, que intercala a madeira escura com finas listras em marfim. Além disso, belas ferragens cromadas e o desenho da popa, que remete as lanchas clássicas dos anos 1960, dão o toque final para a elegante embarcação.

A Garda 22 é velha conhecida do mercado náutico. Idealizada por Felipe Furquim, CEO da Regatta, a embarcação foi lançada em 2007 e, após cessar temporariamente sua produção, voltou ao mercado náutico com a fabricação a cargo do Estaleiro Kalmar. O casco, de fibra de vidro, é construído dentro do estaleiro por um parceiro da empresa, e todos os serviços de marcenaria e montagem são realizados pelos artesãos do estaleiro. “A parceria com o Kalmar é primordial para se construir um barco de alta qualidade e com o acabamento impecável”, destaca Furquim.

Essa parceria reflete o novo momento do Kalmar, temos 30 anos de mercado e o intuito do projeto Garda é poder oferecer a qualidade Kalmar a um público mais amplo, com um produto mais acessível, diversificando nossa carteira de clientes. Estamos mantendo nossa essência, que é a construção de bons barcos e a marcenaria naval de alto padrão, porém, com um casco fabricado em fibra”, conta a diretora do estaleiro, Lorena Kreuger.

O modelo tem 22 pés, ou 6,70 metros, e 2,20 de boca, segundo o estaleiro atinge 34,4 nós em velocidade máxima.

Fotos: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Brasileira faz "dobradinha" em premiação da ONU de fotos marinhas

    A fotógrafa Andrea Marandino conquistou a 1ª e 2ª colocação em concurso mundial

    Robô submarino encontra lula com ovos gigantes no fundo do mar

    Cientistas acreditam tratar-se de nova espécie do animal, capaz de botar ovos com o dobro do tamanho comum

    Grand Ocean Boats leva lancha de 37 pés ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro exibirá o modelo Grand Ocean 37 na segunda edição do evento náutico, que vai de 4 a 7 de julho

    De 4º maior lago do mundo a deserto: o que aconteceu com o Mar de Aral

    Má gestão de recursos naturais tornou o Mar de Aral um dos maiores desastres ambientais do mundo

    Destroços do último navio de Ernest Shackleton são encontrados no Canadá

    Quest, explorador polar de uma das figuras mais conhecidas da navegação, está no mar de Labrador, a cerca de 390 m de profundidade