Navio medieval é desenterrado no meio da capital da Estônia

Por: Redação -
12/05/2022
Foto: Priit Lätti/ Divulgação

Uma equipe da construção civil descobriu os escombros de um navio mercante medieval no meio de Tallinn, capital da Estônia. O barco de 700 anos de idade estava enterrado sob uma rua próxima ao Porto Velho.

 

Acredita-se que a embarcação tenha pertencido à Liga Hanseática, confederação de mercadores prevalente nos mares europeus entre os séculos XIII e XV. Priit Lätti, pesquisador do Museu Marítimo da Estônia, declarou: “O navio provavelmente foi construído no início do século XIV, de acordo com uma análise dendrocronológica, um exame dos anéis de árvores encontrados nos restos de madeira do navio”.

 

De acordo com Lätti, o barco foi enterrado a uma profundidade de 1,5m. As diferentes camadas de areia presentes no local levam a crer que o processo de soterramento tenha ocorrido gradualmente, ao longo dos séculos, por ação do mar.

 

Os pesquisadores encontraram diversos objetos em seu interior, incluindo peças de cerâmica, tecidos, barris de madeira e ossos de animais. A expectativa de encontrar mais artefatos é alta, conforme a parte traseira do navio é escavada. Tais achados podem ser úteis para melhor calcular a idade da embarcação.

Um sítio arqueológico tão bem conservado é algo significativo para estudiosos, que poderão aprender mais sobre o comércio e a construção naval na Idade Média. Os objetos encontrados a bordo, por sua vez, ajudam a entender como era o cotidiano da tripulação.

 

O próximo passo da operação consiste em transportar o navio de 24 metros a um ambiente mais controlado, onde estará protegido de intempéries.

 

Por Gabriel Caldini, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos