Os 10 lugares que nenhum cruzeirista deve deixar de ir no Brasil

26/01/2015

“Com mais de 8 400 km de litoral navegável, sem contar as baías, estuários e ilhas, o país se destaca do resto do mundo por motivos antagônicos: o gigantesco número de belezas naturais, o clima altamente propício e o pequeno número de pessoas aproveitando essas belezas”. É assim que Hélio Magalhães, cruzeirista nato, proprietário da empresa Latitude Charter e Guias, e autor do guia Santos-Rio, que será lançado este ano, descreve o potencial do nosso Brasil. Ele tem como projeto de vida difundir a possibilidade de lazer náutico em embarcações de esporte e recreio no país e, com sua empresa, tem dois aliados pela causa: o charter leva os iniciantes para conhecer o mar, e para quem já navega, os guias levam a informação. NÁUTICA conversou com o empresário que, considerando o trecho litorâneo Santos – Rio de Janeiro, escolheu os dez lugares que nenhum cruzeirista deve deixar de ir. Confira:

1 – Laje de Santos – Protegida por leis de preservação ambiental, é tão impressionante que não poderia deixar de iniciar a lista de lugares fantásticos deste litoral. Para chegar nela, deve-se ir de Oeste, mas não por causa de perigo e, sim, porque é de onde ela se mostra mais bonita. Deixa-se a Ilha da Moela e vai-se proa no mar, no nada à vista. Normalmente, muitos navios ficam ancorados ao largo da Baía de Santos, o que dá um sentimento de segurança, de companhia e, assim, a Laje surge. Vista de oeste é uma grande Baleia Jubarte, com a transparente água do ao redor dela.

2 – As Ilhas – Parada obrigatória, esta ilha possui areia encantadoramente branca, praia limpa, mata no fundo e ancoragem abrigada. Uma cascata de água salgada, que surge na pedra de barlavento da praia quando a maré está cheia e a ondulação do mar maior, é o que torna este lugar especial. Se ao chegar lá, você não teve essa experiência, ainda não foi às Ilhas! Volte outro dia.

3 – Praia de Leste – Ilha Anchieta – Pequena, exclusiva, selvagem. Nos dias em que não está repleta de barcos, como em uma segunda-feira fora da alta temporada, você vai ficar sozinho no paraíso. Aproveite e mergulhe nas lajes, deite-se na areia, tome um banho de água doce e fresca, sente-se na praia de frente para o seu barco ancorado e admire o silêncio da beleza desse lugar.

4 – Ilha do Prumirim – Visível do mirante da Rodovia que margeia a costa no trecho após Ubatuba, a Ilha do Prumirim chama a atenção de quem passa por ali. Pelo mar, essa língua de areia virada para o continente é uma possibilidade muito mais real do que a vislumbra lá de cima do morro. Felizmente! Protegida dos ventos e do mar, a maioria dos navegantes passa apenas o dia nela, mas para quem topa mais que uma aventura, pernoitar e ver o nascer e o pôr do sol é deleite dos vencedores. No verão de águas quentes saia dela se for capaz!

5 – Ilha das Couves – Mais afastada da costa, esta ilha não tem nenhum apoio além da pequena enseada protegida pelo ilhote a SW, e é um bom lugar para pernoitar e seguir cedo para vencer o trecho até a Ponta da Juatinga no dia seguinte. Os barcos pesqueiros, que costumam ficar no local, oferecem camarão e peixes fresquinhos, uma boa opção para quem gosta.

6 – Saco do Mamanguá – Águas de um verde único, temperaturas que chegam aos 30 graus no verão, riachos que descem as montanhas e deitam suas águas doces ao mar. O Mamanguá é imperdível por suas muitas praias, trilhas, cascatas, povoados, ancoragens completamente abrigadas e pelo pico do Pão de Açúcar, a vista alcançável mais sensacional deste litoral.

7 – Ilha do Cedro – Com duas ancoragens espetaculares – uma a oeste e outra ao norte da ilha –, ilhota de praia branca, e os melhores petiscos da Baía da Ilha Grande, deixe-se viver aqui um pouco em seu cruzeiro e nunca vai se arrepender. Nas proximidades da ilha, surgem quase sempre os golfinhos alegres e brincalhões.

8 – Ilha de Itanhangá – A pedra negra, a vista lá de cima, as águas verde-esmeralda, a Baía da Ribeira, a calma da noite, as estrelas que podem ser vistas, o amanhecer, o entardecer… Itanhangá é mesmo linda! E ainda tem a maravilhosa Paquetá ao lado para ser visitada e curtida.

9 – Saco do Céu – O abrigo mais espetacular de todos que existem no litoral Santos – Rio, o Saco do Céu já foi famoso por ser usado pelos piratas que saqueavam os navios vindos do Rio da Prata, carregados de metal. Um caracol fechado em todos os quadrantes, com águas claras e espelhadas nas noites. Tão espelhadas que deram o nome ao lugar, por refletir as estrelas da noite. Lugar para descansar e sonhar!

10 – Lopes Mendes – Seja deixando o barco na enseada de Palmas e caminhando pela trilha, seja indo de barco pelo lado de fora, contornando a Ponta dos Castelhanos, ou vindo pelo alto-mar, ande nesta praia e diga se já viu algo mais bonito na sua vida. Em dias de surf ou dias de calma suas águas são cristalinas. A espuma das ondas é como um espumante, somem nas mãos se você tentar segurar. É difícil achar um lugar assim.

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Casa de vidro sobre as águas no Texas está à venda por quase R$ 30 milhões; conheça

    Residência fica na cidade de Round Top, cujo último senso registrou população de 91 habitantes

    E-combustíveis para o setor marítimo podem gerar 4 milhões de empregos, diz pesquisa

    Estudo foi encomendado pelo Fórum Marítimo Global e indica que as vagas serão abertas até 2050

    Futurista e feita de titânio: conheça a lancha de 55 pés que parece uma nave espacial

    Com estilo contemporâneo, será a primeira embarcação lançada pelo estaleiro Mirrari, dos Emirados Árabes Unidos

    Litoral de São Paulo e do Rio pode ter ondas de até 3 metros neste sábado (18)

    Alerta da Marinha do Brasil vale para as cidades de Santos e Campos dos Goytacazes; confira dicas de segurança em caso de ressaca marítima

    Projeto na Croácia quer criar cinco vilas ecológicas de luxo à beira mar com direito a barcos elétricos

    Ideia da eD-TEC visa redefinir o conceito de vida de luxo, oferecendo energia solar às moradias durante os 365 dias do ano