Empresários britânicos pretendem liderar mercado local de barcos elétricos. Saiba mais

Por: Redação -
12/05/2021

Um trio de empresários britânicos começou o ano de 2021 com uma grande meta: estabelecer os barcos Pixii como as embarcações número um do ramo da propulsão à energia elétrica na Grã-Bretanha.

A primeira novidade será um barco esportivo de 25 pés, nomeado Pixii 750 chave com casco casco de alumínio resistente, porém leve, emparelhado com acionamentos a jato de água eficientes, motores elétricos sem escova e uma capacidade de bateria totalizando 150 kWh.

pixii 750

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

A origem das baterias ainda é desconhecida, mas especula-se que sejam baterias de segunda vida recondicionadas, recuperadas de carros e adaptadas para uso marítimo (baterias Tesla seria a escolha óbvia). Ainda foram instalados painéis solares, para alimentar aparelhos elétricos a bordo.

pixii 750

As primeiras representações mostram uma embarcação aberta com convés protegido por um hardtop central. No local, encontra-se uma dinette dianteira e quatro assentos voltados para a frente, atrás de um console central.

Leia também

» Estaleiro italiano apresenta veleiro de 80 pés em fase final de construção

» Estaleiro italiano cria linha de superiates Ayrton em referência à Fórmula 1

» Estaleiro italiano apresenta nova lancha de 45 pés mantendo tradição da marca

Dentre as inovações, está um sistema de ancoragem por controle remoto que permite ao proprietário chegar à praia, desembarcar a tripulação e, em seguida, conduzir o barco de volta para águas mais profundas e baixar a âncora, tudo por controle remoto, bem como o processo reverso.

pixii 750

O primeiro Pixii 750 já foi encomendado com a construção do casco que deve começar na MWI Services, na Ilha de Wight, ainda este ano. Os preços começam em 114 000 euros, com o pacote de motor único. Uma versão de motor duplo totalmente equipada aumenta esse valor para cerca de 200 000 euros.

Por Naíza Ximenes, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares

    Ações de despoluição na Baía de Guanabara fazem vida marinha voltar às águas

    Expedições comandadas pelo Instituto Mar Urbano observaram mais animais na região e melhor qualidade da água