Rio Boat Show 2015

Por: Redação -
02/04/2015

O Rio Boat Show, um dos maiores salões náuticos da América Latina, terminou sua 18ª edição nesta terça-feira, dia 31 de março, no Riocentro, com mais de 33 mil visitantes. Durante o evento, realizado entre 26 a 31 de março, as empresas ligadas à cadeia produtiva do setor apresentaram seus lançamentos e portfólio – incluindo embarcações, marinas, aparelhos tecnológicos, peças e motores e objetos de decoração adaptados, entre outros.

“Voltamos ao Riocentro, local onde o salão era realizado, antes de mudar para a Marina da Glória. Os números de visitação foram excelentes e atraímos um novo público comprador. Muitos negócios foram concretizados e negociações iniciadas”, afirma Ernani Paciornik, organizador do Rio Boat Show.

A Intermarine trouxe a maior lancha do evento, a Intermarine 65, que atraiu mais de 400 visitantes por dia. “Nós ficamos muitos surpresos e felizes com o público que tivemos nos seis dias de evento. O salão acontecer no Riocentro nos surpreendeu positivamente. Recebemos pessoas interessadas nas novidades do mundo náutico e em nossas embarcações, fortalecendo ainda mais nossa presença no evento”, afirma Allysson Yamamoto, diretor de marketing da Intermarine.

O estaleiro Real Power Boats afirma que a visitação ao estande foi bem acima da expectativa, pensando no atual momento do país. “Tivemos um número grande de visitantes e fizemos mais de 20 negociações. O modelo mais procurado para compra foi a Real Class 300, embarcação com 30 pés. Levamos nove barcos e todos foram muito visitados pelo público nos seis dias de evento”, comenta Paulo Thadeu, sócio do estaleiro.

A Azimut Yachts também comemorou os negócios realizados. “O Rio Boat Show 2015 foi de bons negócios e contatos comerciais para a Azimut Yachts do Brasil, filial do maior construtor de barcos de luxo do mundo, o Grupo italiano Azimut-Benetti. Nosso estande foi bastante movimentado, cerca de duas mil pessoas interessadas em conhecer os produtos e as duas lanchas expostas: a Azimut 42 e a Azimut 60. Nessa edição do Rio Boat Show, tivemos três vendas efetivadas e mais de 20 negociações iniciadas – resultado da qualidade de público recebido no evento e da excelência de nossa marca”, conta Davide Breviglieri, CEO da Azimut do Brasil.

“Apesar de estarmos apreensivos quanto ao momento da economia, consideramos o Rio Boat Show 2015 um sucesso. Mesmo não sendo realizado na Marina da Glória, o público compareceu em peso e mostrou a força do evento e sua paixão por barcos. Saímos muito satisfeitos”, afirma Márcio Schaefer, presidente do estaleiro Schaefer Yachts, que expôs a Phantom 620 (62 pés), um dos maiores barcos do evento, e o lançamento Phantom 375.

​Outra marca que superou as expectativas foi a Cimitarra, que vendeu 18 lanchas durante a feira e já tem mais 12 em negociação para o mês pós feira.

Um dos expositores que mais atraiu curiosos dessa 18ª edição foi a empresa portuguesa Friday, que trouxe os protótipos de um submarino e de uma casa flutuante. “É o primeiro evento que participamos no Brasil e a curiosidade do público foi bem grande. Mais de cinco mil visitantes passaram por nosso estande, onde cerca de mil pessoas tiveram interesse em nossos produtos, deixando contato para futuras negociações. Para nós foi muito positivo e produtivo”, afirma Fernando Seabra, diretor da Friday.

O próximo encontro do setor náutico será no São Paulo Boat Show, que acontecerá de 1º a 6 de outubro, no Transamérica Expo Center.

Foto: Mozart Latorre

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos