Vela ou motor

Por: Redação -
28/02/2015

Construído na Polônia, com projeto de casco holandês e estilo alemão, o Conrad 115 Lunar tem interior bem luxuoso e linhas externas de motor yacht, com flybridge, duas escadas laterais na popa, casco largo (de alumínio) e superestrutura alta, assim como o costado, mais elevado entre a proa e a meia-nau do que à ré. Seu perfil, definitivamente, não é o de um veleiro, mas o interessante sobre esse iate é que ele é, sim, um veleiro — do tipo ketch, com dois mastros — e também navega a motor, com velocidade máxima entre 12 e 14 nós, e grande autonomia, já que leva dois motores de 715 hp e tem tanques com capacidade de 36 300 litros de combustível. Já sua área vélica, contando a mestra, a genoa e a mezena (a vela do mastro de ré), é de 530 m2.

Imagem: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

 

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos