Barcos argentinos prometem esquentar a briga pelo título na 49ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

Por: Redação -
02/05/2022

A 49ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela promete ser uma das mais disputadas da história. Além da promessa de grandes barcos nacionais, a flotilha argentina virá com pelo menos três veleiros competitivos, na busca pelo título geral da competição. O evento é uma das competições mais importantes da América do Sul e acontece entre os dias 23 e 30 de julho, com sede e realização do Yacht Club de Ilhabela e da Prefeitura Municipal de Ilhabela.

Vice-campeã do tradicional Circuito Buenos Aires – Punta del Este no começo de 2022, a equipe Katara foi a primeira da Argentina a confirmar sua participação. O comandante Julian Somodi tem experiência com quatro participações na Semana Internacional de Vela de Ilhabela com o veleiro Mad Max e a conquista do título com um HP30: “Parece muito linda a disputa em Ilhabela. Para nós que viremos do frio do sul na época, será uma benção velejar com esse clima por aí. O Katara é um barco de 39 pés muito pensado para a ORC e ganhamos recentemente a Mar del Plata – Buenos Aires. Será uma disputa bem difícil, conheço quase todos que competem no Brasil, mas vamos fazer o melhor e passar um bom momento. Sei que vão outros barcos argentinos e convoco outros da América do Sul, pois vale a pena. A atenção que temos sempre é muito boa em Ilhabela”, apontou Somodi, que vem formando sua tripulação que já conta com os trimmers Alberto Smura e Nicolas Marchesoni e Federico Nager na secretaria.

Outro barco argentino confirmado é o América del Sur, modelo Farr 50 de 1993, foi comprado e adaptado pelo comandante Pablo Maffei que já morou no Brasil quando pequeno. A embarcação ficou em  oitavo na Buenos Aires – Punta deste ano e em 2020 foi o vice-campeão na última edição da Buenos Aires – Rio de Janeiro. Se por um lado o resultado em águas brasileiras no passado recente foi bom, por outro a equipe desconhece o canal de São Sebastião e o mar de Ilhabela. Serão ao todo 13 integrantes e a equipe busca um tripulante local. A média de idade gira em torno dos 25 a 30 anos com uma tripulação jovem.

“Estamos com muita vontade de disputar o evento, será nossa primeira vez. Planejamos ir antes com a família para pegar um pouco de férias”, disse Maffei, que já alugou uma casa para a tripulação na cidade do Litoral Norte paulista: “A tripulação é toda de Buenos Aires, mas pode ser que tenhamos um brasileiro. Queremos alguém que conheça bem o local com suas particularidades e correntes para nos ajudar”.

“Teremos uma boa disputa em Ilhabela. Alguns barcos não conseguiram correr por conta da Covid-19 no último ano, e dessa vez vem muita gente com desejo de ir lá e dar uma disputa bacana. O Brasil faz grandes eventos, muitos pós-regata bem bacanas. Mas nós não vamos apenas para passear, vamos velejar bem e ganhar. Será uma boa disputa”.

Sebastian Touron vai comandar o veleiro Mistério 1, construído em 1998, e também virá ao Brasil mais cedo – na penúltima semana de junho – onde vão aproveitar as belezas do nosso Litoral antes da disputa da 49ª edição da Semana Internacional de Vela de Ilhabela: “Somos todos argentinos representando o Club de Veleros Barlovento.  Somos um grupo de amigos que navegamos juntos, quatro deles velejaram várias vezes na Semana Internacional de Vela de Ilhabela. Eu conheço a cidade, mas nunca competi. Esse ano apareceu a oportunidade, estamos ansiosos com a disputa”, apontou. A tripulação será composta por Marcos Cuenca na Proa, Javito Bok no mastro, Sebita GT e Nacho Soto nas escotas, Cristobal Gogenola como tático e Sebastian no timão.

Ao todo 26 barcos já se inscreveram na disputa para as classes ORC, BRA-RGS, C-30, HPE-25, Clássicos, Bico de Proa, Mini e Multicasco, e seguem abertas no site. Os valores promocionais de inscrição vão até o dia 31 de maio.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Megaiate apreendido vira "batata-quente" para os Estados Unidos; entenda o caso

    Governo norte-americano quer vender embarcação e alega não ter condições de pagar manutenção

    Reveladas imagens inéditas de navio que afundou com seu capitão há 84 anos

    O graneleiro Arlington foi encontrado nos EUA e traz, além de imagens, a história do capitão que não quis se salvar

    Novo estudo mostra que baleia-azul está acasalando com baleias-comuns mais do que deveria; entenda

    Número até então desconhecido de animais com DNA híbrido colocou pesquisadores em alerta

    Conheça o Volitan, barco voador que está próximo de se tornar realidade na Amazônia

    Criado pela startup AeroRiver, embarcação deve chegar para o transporte de cargas e pessoas na região em 2026

    Conheça a história do "Titanic dos Alpes", navio a vapor que será resgatado 90 anos após naufragar

    Embarcação foi afundada propositalmente em 1933, no Lago Constança, na Europa