Ação ambiental

25/09/2015

A embarcação Tiziana, de 35,6 metros, sob o comando do Capitão Kathy e sua equipe, passou o verão no Mediterrâneo fazendo uma limpeza nas praias e ancoradouros, com a intenção de contribuir com o meio ambiente por meio da remoção de lixo e limpeza de todo o local. Segundo o capitão do veleiro, o proprietário de Tiziana sempre voltava de seus passeios de caiaque com pedaços de lixo e plástico e, um dia, começaram a limpar o ancoradouro onde estavam e não pararam mais com a contribuição ecológica. “Ele nos encoraja e faz toda a tripulação se divertir!”, comenta o capitão Kathy sobre a missão.

Nesta semana, a equipe calcula terem removido lixo de cerca de 12 praias. A tripulação é bem organizada e quanto mais gente ajuda mais rápido eles terminam o trabalho em um determinado local, levando cerca de uma ou duas horas para limpar as praias menores. O lixo nas praias é, geralmente, constituído por uma mistura de lixo doméstico e detritos provenientes da indústria de pesca. Plástico, isopor, redes de pesca, linha e sacolas são comumente encontrados pela equipe.

A tripulação não quer parar por aqui e espera que outros barcos se envolvam neste trabalho ambiental, com o objetivo de ter cada vez mais pessoas contribuindo e conscientizando a população para contribuir com a natureza e despoluição dos mares.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vírus gigante encontrado no Ártico pode amenizar efeitos do aquecimento global

    Estudo aponta que o organismo, mil vezes maior do que o vírus da gripe, consegue desacelerar o derretimento do gelo; entenda

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés