Sistema aquaviário do Espírito Santo terá barcos com wi-fi, ar-condicionado e rastreamento

Por: Redação -
18/05/2022

A região de Grande Vitória, no Espírito Santo, receberá um novo aquaviário, desta vez com cinco barcos que terão ar-condicionado, wi-fi e sistema de rastreamento. As operações devem começar integralmente em outubro deste ano.

Serão quatro estações, uma em Vila Velha, duas em Vitória e outra em Cariacica. Segundo a Secretaria de Mobilidade e Infraestrutura (Semobi), as embarcações sairão a cada 25 minutos, e o trajeto completo terá duração de 1 hora. As linhas partirão de Porto de Santana, passando pelas duas estações de Vitória e terminando no ponto de Prainha.

As embarcações terão capacidade para 80 pessoas sentadas e poderão comportar seis bicicletas. Haverá também espaços seguros para cadeirantes, assim como acessos que facilitarão o embarque e desembarque de pessoas com deficiência.

Foto: Divulgação / Governo do Espírito Santo.

Fábio Damasceno, secretário estadual de Mobilidade e Infraestrutura, anunciou que o aquaviário pode entrar em operação antes mesmo da conclusão de todas as estações e embarcações. A decisão veio em decorrência de atrasos nas obras dos terminais da capital devido a um impasse entre a prefeitura e o governo estadual.

“Tendo barco e duas estações, no mínimo, a gente já começa a operar o aquaviário. Está pronto para operar com quatro estações e cinco barcos, mas a gente consegue adaptar o sistema conforme as estações forem ficando prontas”, afirmou Damasceno.

A estação de Cariacica é a que apresenta as obras mais adiantadas, e deverá ser inaugurada antes das demais. “Essa é a primeira estação, a mais completa. Ela já está com a cobertura e toda a infraestrutura pronta. A gente deve começar, em breve, a parte do mar, que são os píeres flutuantes, que vão conectar essa estação”, declarou o secretário.

O terminal de Prainha, em Vila Velha, também está adiantado. Na capital, as obras da estação da rodoviária e do píer da Praça do Papa começaram recentemente.

Píer da Praça do Papa, na Enseada do Suá, em Vitória. Foto: Divulgação / Governo do Espírito Santo.

O aquaviário contará com um investimento total de aproximadamente R$ 6 milhões. O sistema já funcionou em Vitória por mais de vinte anos, entre 1976 e 1998, mas acabou desativado.

Por Gabriel Caldini, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Boberto por 202 m² de painéis solares, barco percorreu quase 63.040 milhas náuticas apenas com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Embarcação militar de 71,6 metros é oriunda do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, selado entre Brasil e França