Companhia aérea do Japão investe em projeto de barcos voadores

Planador marítimo Viceroy é um surpreendente barco com asas, com direito a aerofólio e hidrofólio

01/02/2023
Planador maritimo no mar
Fotos: Divulgação

A empresa Japan Airlines anunciou, recentemente, que vai investir em um inovador projeto de planadores marítimos da Regent Craft.

A companhia aérea não revelou o valor do montante disponibilizado, mas a empresa de planadores afirma já ter arrecado para o projeto US$ 40 milhões, aproximadamente R$ 205 milhões (valores consultados em janeiro de 2023).

 

O planador marítimo recebeu o nome de Viceroy e possui um par de asas, um sistema parecido com os hidrofólios, bem como um grande aerofólio.

 

Como o casco desses planadores marítimos tem um formato diferente, sua navegação se adapta às diversas condições do mar e proporciona tanto pousos como decolagens suaves na água.

Tamanho dos planadores marítimos impressiona

O sistema do Viceroy permite que os barcos voadores naveguem a até 9 metros acima do nível da água. A envergadura do modelo (distância entre as asas dele) deverá ter entre 18,3 até 19,8 metros — cerca de 65 pés.

Projetado para receber até 12 passageiros e mais dois tripulantes, o Viceroy fará as viagens com muito conforto. A velocidade máxima do planador marítimo será em torno dos 300 km/h.

 

Seus testes começarão a partir de 2024. E uma curiosidade é que, embora voem, os planadores marítimos são comandados por um capitão marítimo, e não um piloto.

 

A Regent Craft  anunciou que recebeu ao menos 400 pedidos dos barcos voadores desde que a parceria com a Japan Airlines foi anunciada. Outros investidores do projeto são Thiel Capital, Y Combinator, Founders Fund, Hawaiian Airlines e o empresário Mark Cuban, além da Mesa Air Group, que se comprometeu, no ano passado, a comprar 200 modelos como esses.

 

O diferencial dos planadores marítimos é usarem de um sistema totalmente elétrico, ou seja, sua emissão de poluentes é muito baixa. A Regent ainda está preparando outra embarcação nesses moldes. Batizado de Monarch, ele terá, no entanto, capacidade para transportar até 100 passageiros e entrará em serviço por volta de 2028.

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca