Copa do Mundo de Vela

Por: Redação -
12/06/2015

Depois da conquista da medalha de prata na última etapa da Copa do Mundo de Vela, em Hyéres, na França, a dupla brasileira da classe 49er FX está na disputa da terceira etapa, em Weymouth, na Inglaterra. No segundo dia de regatas Martine e Kahena garantiram a segunda posição entre as 28 duplas participantes. No primeiro dia do torneio, dia 10, foram três regatas e nesta quinta, mais três. As regatas seguem até domingo (14).

“Tivemos dois dias muito bons até agora com condições de vento forte e bastante onda. Acho que foi muito importante ter chegado antes para se aclimatizar, se acostumar a velejar com roupas de frio e aprender um pouco do vento daqui. Ainda estamos na metade do campeonato e com bastante regatas pela frente. Mas estamos contentes com nosso resultado até o momento”, comemora Kahena.

Após o torneio, a próxima competição da dupla é em Toronto, nos Jogos Pan-americanos. Antes do embarque para o Canadá, Martine e Kahena ficam alguns dias em Portugal para treinamento.

Foto Sailing Energy/Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Boberto por 202 m² de painéis solares, barco percorreu quase 63.040 milhas náuticas apenas com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Embarcação militar de 71,6 metros é oriunda do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, selado entre Brasil e França