Navio do World Trade Center

Por: Redação -
30/07/2014

As famosas Torres Gêmeas, em Manhattan, entraram para história em 2001 após o maior ataque terrorista em solo americano derrubar os dois imensos prédios. Desde então a área vem passando por uma renovação. Em uma das reformas, ao sul de onde as torres ficavam, trabalhadores da construção civil encontram, em 2010, algo inesperado enterrado a quase sete metros de profundidade: o esqueleto de um navio de madeira muito antigo. A área vinha sendo escavada para ser transformada em um estacionamento de segurança, mas o achado interrompeu o projeto.

Agora, cientistas americanos divulgaram um novo relatório sobre a idade do esquecido navio. A data provável de construção da embarcação é 1773 e conseguiram até encontrar dados de que o navio foi feito em um pequeno estaleiro da Filadélfia.

Os cientistas também divulgaram que a madeira usada no navio é o mesmo tipo de carvalho branco utilizado para construir o Independence Hall, local onde foram assinadas a Declaração de Independência e a Constituição dos Estados Unidos.

O relatório foi divulgado na revista Tree-Ring Research e está rodando o mundo.

Foto: Lower Manhattan Development Corporation

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vírus gigante encontrado no Ártico pode amenizar efeitos do aquecimento global

    Estudo aponta que o organismo, mil vezes maior do que o vírus da gripe, consegue desacelerar o derretimento do gelo; entenda

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés