Ilhabela marca presença no Rio Boat Show com convite irrecusável: “venha nos conhecer”

Localizada no litoral norte de São Paulo, região é considerada a capital brasileira da vela e oferece inúmeros roteiros náuticos

04/05/2024
Foto: Erik Barros Pinto/ Revista Náutica

Considerada a capital brasileira da vela, Ilhabela é sede da principal competição oceânica do país: a Semana de Vela de Ilhabela, que reúne cerca de 150 barcos e mais de 1600 velejadores. Mas esse não é o único motivo para você programar aquela viagem ao litoral norte de São Paulo.

Presente no Rio Boat Show 2024 por meio de um estande-convite, “a ilha mais acolhedora do Brasil” (slogan adotado por sua Secretaria de Turismo) está, fácil, fácil, entre os melhores lugares do país para se conhecer antes de morrer. Mesmo quem só vai para passear gosta. E sempre volta.

Abençoada pela natureza, com lindas praias urbanas de um lado, ainda selvagens do outro e uma exuberante Mata Atlântica em todo o resto, Ilhabela é tão bonita que juntou substantivo e adjetivo numa só palavra. Há atrações para todos os gostos. Basta navegar alguns minutos para achar (e sempre se acha…) uma praia de cartão postal e com praticamente ninguém no horizonte.

 

A capital nacional da vela detém outro título igualmente invejável: é o município brasileiro com o maior índice de preservação da Mata Atlântica original. Para ter uma ideia disso, basta dizer que 83% da ilha faz parte de um parque estadual que a preserva praticamente virgem e inacessível, enquanto a vila, os bairros, as ruas e as praias do sul e do norte ocupam apenas 17% da sua área. Em um cenário assim, qualquer passeio ao ar livre já é um prazer à parte.

 

Para quem quer passar o dia relaxando diante do mar, Ilhabela tem 42 praias, metade delas ainda praticamente virgens: Castelhanos, Bonete, da Feiticeira, das Pedras Miúdas, Ilha das Cabras, do Curral, da Pedra do Sino, da Armação, de Jabaquara, etc.

 

A caminhada entre o Bonete, no extremo sul de Ilhabela, e Castelhanos, situada no lado leste, reserva boas surpresas. Uma delas é a travessia de um riacho de águas cristalinas nas proximidades da praia das Enchovas (um recanto isolado, habitado por apenas uma família, onde a faixa de areia é coberta de pedras redondinhas, e o mar é transparente), que também é atravessada pela trilha que une as duas praias.


Na chegada a Castelhanos há um sensacional mirante natural, que permite ver a praia inteira de cima. Claro que não dá para ir e voltar no mesmo dia, mas pode ser um grande passeio para quem estiver no Bonete e quiser voltar para a vila nos jipes que levam turistas para Castelhanos — ou vice-versa. Quanto aos borrachudos, eles já não formam aquelas implacáveis esquadrilhas, capazes de deixar seus tornozelos em pandarecos.

 

Em meio à grande profusão de rios e mata virgem, distribuem-se 360 cachoeiras, sendo que 30 delas são abertas ao público para banho.

 

Com 330 quilômetros quadrados — ou 169 vezes a área do Principado de Mônaco — Ilhabela é a maior ilha marítima do Brasil. Ainda assim, pode ser contornada em um único dia de passeio de barco.

 

Mergulhar é outro ótimo programa em Ilhabela. A ilha tem vários naufrágios para serem visitados e mar com boa visibilidade quase o ano inteiro. Um dos pontos imperdíveis é justamente o mais básico de todos: a ilha das Cabras, que fica a menos de 200 metros da orla. Não há outro local com tamanha diversidade de vida marinha no litoral de São Paulo do que o entorno daquela ilhota, que pode ser vista até da estrada que leva ao sul da ilha.


Ilhabela está também dando impulso a uma nova forma de turismo, dentro de uma proposta de vida natural: o avistamento de pássaros e de baleias. Nada menos que 317 espécies de pássaros foram identificadas na ilha, dentro do projeto Birdwatching, que prevê a instalação de torres de avistamento em seis pontos do Parque Estadual de Ilhabela. Quanto às baleias, cerca de uma centena de jubartes são avistadas a cada ano no entorno da ilha.

 

Por fim, a cidade conta com uma estrutura turística completa, oferece ótimos hotéis e pousadas para quem deseja visitá-la. E é logo ali. Por estrada, Ilhabela fica a apenas 200 quilômetros de São Paulo. Por mar, está a 100 milhas de Angra dos Reis e a 70 de Santos.

Rio Boat Show 2024

O evento náutico mais charmoso do Brasil já está acontecendo nas águas da Baía de Guanabara, na Marina da Glória, recheado do que de melhor esse lifestyle pode oferecer. No Rio Boat Show 2024, o público confere os principais lançamentos e destaques do mercado, com barcos na água e test-drive de embarcações.

geral-aerea-rbs24-bx.jpg
Foto: Victor Santos/Revista Náutica

O repertório é grande: lanchas, veleiros, iates, jets, motores, equipamentos, acessórios, decoração e serviços náuticos estão reunidos em um só lugar, ao lado de especialistas do setor, preparados para auxiliar todos os visitantes. Além disso, o Rio Boat Show exibe destinos náuticos, artigos de luxo e quadriciclos.

 

Com cerca de 70 embarcações sobre as águas da Baía de Guanabara, a expectativa é que o evento náutico reúna 30 mil visitantes entre os dias 28 de abril e 5 de maio.

Anote aí!

RIO BOAT SHOW 2024
Quando: De 28 de abril a 5 de maio;
Horário: De segunda à sexta-feira, das 15h às 22h | sábado e domingo, das 13h às 22h;
Onde: Marina da Glória (Av. Infante Dom Henrique, S/N, Glória);
Ingressos: site oficial de vendas
Mais informações: rioboatshow.com.br.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine