Represa da Guarapiranga, em São Paulo, receberá tradicional competição da Classe Star

Por: Redação -
03/05/2022

A tradicional competição de vela VII Distrito da classe Star será realizada de 27 a 29 de maio, no Yacht Club Santo Amaro – YCSA, em São Paulo (SP), com os principais nomes da modalidade.

O evento na Represa do Guarapiranga terá nomes como os medalhistas olímpicos Reinaldo Conrad, Torben Grael e Lars Grael, além do outros destaques como Arthur Lopes, Samuel Gonçalves, Pedro Troche, Admar Gonzaga e Ronald Seifert.

Estão programadas seis regatas, sendo duas por dia de campeonato. O mínimo de três provas é necessário para constituir a série. Os pontos finais dos barcos no VII Distrito da classe Star serão a soma de sua pontuação em cada uma e vence quem somar menos! Havendo cinco ou mais regatas, será excluído o pior resultado. Uma terceira disputa poderá ser corrida conforme decisão da Comissão de Regatas para antecipar o programa.

Serão premiados os barcos do primeiro ao terceiro lugares, além das duplas Under 30 (abaixo de 30 anos), Categoria B, Black Star, Grand Grand Master e Exalted Grand Master, os três últimos citados para equipes com atletas de idades mais avançadas.

”É um campeonato que sempre teve forte presença dos principais velejadores da classe Star, não importa o local das regatas, seja em São Paulo, Rio de Janeiro ou Brasília. Nesta edição, a raia escolhida foi da Represa do Guarapiranga, que pode ser imprevisível às vezes, uma característica que deixa a competição ainda mais interessante”, contou Arthur Lopes, organizador da competição no YCSA.

A última edição do VII Distrito da classe Star foi disputada no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ) em dezembro de 2021 com o título da dupla Henrique Haddad e Pedro Trouche, que venceu quatro das cinco regatas realizadas na Baía de Guanabara. A medalha de prata ficou com Antonio Moreira e Arcélio Moreira e o bronze com Admar Gonzaga Neto e Ronald Seifert. Um ano, em 2020, os ganhadores foram Lars Grael e Guilherme Almeida, também no ICRJ.

”O que mais me chamou a atenção de velejar com o Henrique Haddad, oportunidade que ainda não tinha tido, foi a clareza e leitura tática que ele tem da flotilha e da raia do Rio de Janeiro”, disse Pedro Trouche, que recentemente foi campeão brasileiro de Finn na mesma raia do YCSA.

O calendário nacional 2022 da classe Star terá, além do VII Distrito, o Campeonato Paulista nos dias 14, 15, 21 e 22 de maio no Yacht Club Paulista, o Campeonato Carioca, no mês de junho no Iate Clube Armação de Búzios, o Brasileiro no Clube Naval Charitas de Niterói (RJ) em agosto e em novembro, as provas do Royal Thames e Hemisfério Sul no Iate Clube do Rio de Janeiro (ICRJ).

Nesta temporada, foram realizados pelo menos quatro eventos de destaque na classe Star, todas no Rio de Janeiro (RJ). Em março, a Copa Aniversário do ICRJ foi vencida por Carlos Dohnert e Gustavo Kunze. No início de abril, Lars Grael e Pedro Trouche levaram o título da Regata Walter von Hustchler. E no último fim de semana, o Torneio Roberto Bueno premiou a dupla Renato Cruz e Gilcimar Percilio.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Paraty, no Rio de Janeiro, foi cenário para celebrar os 40 anos da Lagoon

    Lagoon World Escapade foi realizado simultaneamente em vários destinos. Brasil teve rally, competição de canoagem e música ao vivo

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países