F1 dos barcos

Por: Redação -
11/08/2015

A F1H2O – fórmula 1 das águas – bateu recorde de público depois de mais de 30 anos de sua existência. A marca histórica contou com a presença de 200 000 pessoas, que puderam assistir de perto a última etapa do circuito 2015 na Europa, às margens do rio Douro, na cidade de Porto, em Portugal, nos dias 1 e 2 de agosto. O recorde anterior pertencia a cidade de Liuzhou, na China, com 150 mil pessoas de público no ano passado, segundo os organizadores.

Foi o 14º Grande Prémio de Portugal de F1 de Motonáutica que resultou em uma corrida cheia de emoção. O francês Philippe Chiappe, campeão do mundo, teve muito trabalho durante a corrida para conquistar a sua primeira vitória desta temporada. Ele, que representa o Team China, subiu do quarto para o segundo lugar do campeonato, ficando a apenas um ponto do líder Shaun Torrente, do Team Victory, que acabou na quinta posição.

A briga começou na qualificação, quando Sami Selio do Team Mad-Croc Baba fez a pole position, largando na frente e conseguindo se manter em primeiro lugar durante, aproximadamente, um terço da corrida, até que o piloto francês Philippe Chiappe o passou. Ao perder algumas posições, Sami Selio passou a pilotar agressivamente para se manter no pelotão de frente, mas uma fechada do italiano Alex Carella fez o finlandês decolar, dando um looping espetacular no ar e caindo na água a uma velocidade aproximada de 200 km/h, o que finalizou sua participação na corrida. Após o termino da corrida, Sami Selio foi tirar satisfação com Alex Carella, pois sua manobra poderia ter causado um acidente mais sério. Este acidente polêmico ainda vai dar o que falar, pois durante a semana seguinte Sami Selio deu entrevistas sobre o ocorrido e sua indignação.

Em segundo lugar, ficou Erik Stark, do Team Emirates, que largou na quarta posição, e em terceiro Alex Carella, do Team Abu Dhabi. O piloto Youssef Al Rubayan, do Team Atlantic, conseguiu se manter em terceiro lugar no campeonato mesmo ficando em oitavo na competição, pois havia conquistado a sua primeira vitória na corrida anterior, em Evian (França).

No meio de um circuito com retas longas e curvas fechadas pela pequena distância das margens do rio – ao contrário dos costumeiros circuitos mais largos -, a prova teve momentos de tensão e de emoção o tempo todo graças às constantes ultrapassagens e impressão de decolagem dos barcos, parecendo que iriam capotar ou dar um looping, devido à agitação das águas.

A próxima etapa será no dia 2 de outubro em Liuzhou, na China, e promete disputas acirradas, principalmente por ter Shaun Torrente e Philippe Chiappe com diferença de apenas 1 ponto pela liderança do campeonato, além de Youssef Al Rubayan e Erik Stark empatados na pontuação. Sem falar nas outras equipes que prometem surpresas, como a Victory Team – que tentará antecipar a estreia de seu novo barco desenvolvido e projetado por eles.

Confira alguns registros do evento:

 

Lebos Chaguri é piloto e especialista em barcos de corrida

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vokan apresenta serviço de seguros náuticos no Marina Itajaí Boat Show 2024

    A corretora estará presente no evento, que acontece entre 4 e 7 de julho, em Santa Catarina

    Estofados náuticos da Agroquímica estarão no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estande terá opções da marca Kelson's para todos os gostos no salão que acontece de 4 a 7 de julho

    Yachtmax leva Ferretti 720 ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Representante da Ferretti e Okean no Brasil estará com dois barcos no evento náutico, de 4 a 7 de julho

    Gravidez misteriosa de arraia que convivia só com tubarões foi solucionada

    Charlotte apareceu grávida em fevereiro em aquário nos EUA, mas não dividia o recinto com arraia macho

    Yamaha terá jets e motores no Marina Itajaí Boat Show 2024; confira modelos

    Quatro WaveRunners e motores de popa vão compor o estande da marca no salão, que acontece de 4 a 7 de julho