Black Swan: o superiate concebido para ser vilão de um filme de aventura. Conheça

17/07/2020
Black Swan é um projeto ousado, mas que infelizmente, pode não sair do papel

Receba as notícias da NÁUTICA direto no seu celular clicando aqui.

Não é necessário mais do que um sonho para dar forma a um iate como esse, esculpido pelo turco Timur Bozca. Com a silhueta agressiva inspirada em uma flecha e o casco vestido de preto (e por isso com cara de mau), o Black Swan foi imaginado para ser o iate de um vilão do cinema, ou de um bilionário impetuoso. Porém, se fosse possível inseri-lo em um filme, talvez pudesse ser em um de James Bond, estrelado por Daniel Craig; ou em “Batman, o Cavaleiro das Trevas”. Em ambos, o mocinho vira coadjuvante quando aparece o vilão.

Iate Black Swan
Black Swan visto lateralmente

Mas, por enquanto, o “Cisne Negro” só existe na imaginação do designer. E talvez não passe mesmo do plano dos sonhos. É uma pena, pois o projeto tem tudo para fazer sucesso de verdade.

Iate Black Swan

Com 70 metros de comprimento (229 pés), o Black Swan é realmente sensacional — tanto na aparência, quanto nas novas soluções que apresenta. O casco foi projetado para ser feito de aço reforçado, com a superestrutura de alumínio — tudo elegantemente e naturalmente preto. Teria varandas escondidas sob as “setas” superpostas e uma enorme piscina de fluxo livre que vai se afunilando na popa, que por sua vez, surpreende por ser totalmente aberta.

Iate Black Swan
Interior Black Swan

Como espaço é o que não falta, a popa do Black Swan teria ainda um bar completo, sofás, espreguiçadeiras e solários. Isso sem contar a plataforma para um helicóptero, localizada no topo do iate, para que o vilão do filme possa armar suas artimanhas e o agente 007 orquestrar uma fuga dramática. O acesso ao heliponto seria feito por meio de um elevador oculto, que também seria usado para levar os hóspedes para a cabine do iate. Lá dentro, luxuosas suítes para 12 passageiros (fora os camarotes da tripulação, de 18 pessoas) e todo o luxo que o dinheiro pode comprar. Os deques contariam com grandes janelas de vidro, com vista livre do mar, e um paredão de água desceria em cascata por eles, na popa do iate.

LEIA TAMBÉM
>> Conheça cinco dos maiores iates de pesca oceânica do mundo construídos até hoje
>> Novo Invictus TT460 é equipado com o mais recente pacote D6 IPS da Volvo Penta
>> Mega promoção de aniversário Ventura Marine acontecerá nos próximos dias

Nos tanques, o Black Swan teria um suprimento de 38.600 litros de água e 48.000 galões (181.700 litros) de combustível. E para empurrar tudo isso, nada menos que quatro motores de 5.793 hp cada, totalizando 23.172 cavalos de potência, o suficiente para impulsionar a barco a 28 nós. Velocidade para vilão algum botar defeito.

Gostou desse artigo? Clique aqui para se inscrever no nosso serviço gratuito de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Mestre em Mecânica, Ricardo Paragon ensina a evitar panes no mar no NÁUTICA Talks

    Empresário e técnico premiado compartilhará dicas importantes durante o Rio Boat Show 2024

    Marinha anuncia regras para barcos durante show da Madonna, no Rio

    Área delimitada para o evento só aceitará embarcações identificadas, vistoriadas previamente e que respeitem os limites de lotação

    Hélio Magalhães divide décadas de experiência como velejador no NÁUTICA Talks

    Com 45 anos de mar e mais de 200 milhas náuticas navegadas, palestrante compartilhará ensinamentos no Rio Boat Show 2024

    Na Holanda, live permite acionar "campainha de peixes" para liberar passagem de animais por eclusa

    Transmissão ao vivo mostra quando um peixe aguarda passagem; espectadores avisam operadores ao "tocar campainha"

    Renault apresenta veleiro desmontável, jet elétrico e prancha motorizada

    Marca francesa propõe novas soluções de mobilidade e mostrou inovações durante lançamento de carro elétrico