Maior veleiro do mundo, Silenseas é apresentado pela Orient Express

Embarcação de mais 200 metros de comprimento, iniciará suas viagens em 2026

19/01/2023
Projeção mostra como será o Silenseas, maior veleiro do mundo

A Orient Express anunciou a construção do maior veleiro do mundo: o Silenseas. Com 220 metros de comprimento, há muito luxo e sofisticação no projeto desenvolvido pela rede de hotelaria Accor em parceria com a Chantiers l’Atlantique, empresa do ramo naval.

O projeto tem uma forte inspiração na antiga Era de Ouro da Riviera Francesa. Para acomodar confortavelmente seus convidados, o maior veleiro do mundo tem 54 suítes, além da suíte presidencial, com tanto requinte quanto as outras.

 

Já o lazer pode ser encontrado no terraço, nas piscinas — uma delas, olímpica — ou em um dos restaurantes.

É  um barco projetado para tornar os sonhos realidade, uma vitrine para o melhor do savoir-faire francês – Sébastien Bazin, presidente e CEO da Accor

 

 

Há também o Anfiteatro-Cabaret e um estúdio de gravação. Dessa forma, os navegantes do maior veleiro do mundo poderão ter novas experiências ao longo das viagens. Tratamentos de spa, viagens com paradas exploratórias e sessões de meditação estão inclusas.

 

 

O design é baseado no conceito SolidSail: três velas rígidas instaladas — quando içadas, ocupam 1.500 metros.

 

Os mastros do maior veleiro do mundo são basculantes e podem atingir cerca de 100 metros de altura. Assim, em condições apropriadas, a embarcação conseguirá produzir e usar 100% da sua propulsão.

Combinando o sistema de propulsão híbrido movido a gás natural liquefeito, o Silenseas se tornará a embarcação de referência em termos de operação e design ecológicos – Laurent Castaing, diretor administrativo da Chantiers l’Atlantique

Além das velas, o Silenseas ainda conta com um sistema de energia eólica combinado com um motor movido a gás natural liquefeito, que pode receber moléculas de hidrogênio. Assim, as viagens marítimas do maior veleiro do mundo serão mais ecológicas.

 

A decoração interior e o layout ficarão a cargo do arquiteto especializado Maxime d’Angeac. Já a Stirling Design International, empresa renomada de design, será responsável por cuidar da parte externa do projeto. O Silenseas teve ainda consultoria da empresa Hetland Maritime.

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Submarino da Marinha dos EUA utilizado na 2ª Guerra Mundial é encontrado no mar da China

    Embarcação perdida em combate há quase 80 anos estava a 900 metros de profundidade em posição vertical

    Primeira turma de mulheres na Marinha lança livro com vivências e bastidores

    Obra dividida em quatro capítulos relembra o pioneirismo das 307 jovens que se tornaram as primeiras praças na força armada

    Bilionário planeja visita ao Titanic e chama submarino que implodiu de "engenhoca"

    Larry Connor está construindo um submersível capaz de alcançar 3,7 mil metros de profundidade

    Novo aquário da China promete animais marinhos em ambiente de sonho

    Espaço de 140 mil m² prevê receber 3,5 milhões de pessoas por ano a partir de 2027, quando inaugurar

    Teste Solara 380 Bowrider: lancha encanta com amplos espaços e boa navegabilidade

    Muito agradável para uso externo, a nova embarcação tem aberturas laterais na popa, solário triplo e cockpit espaçoso