Megaiate alemão de mais de 140 metros viaja no maior cais flutuante da Europa

Por: Redação -
04/05/2021

O casco do megaiate de 146 metros Project Opera, que está sendo construído pelo estaleiro alemão Lürssen Yachts, foi transportado da sede da marca em Hamburgo para a instalação de equipamentos em Berna. A entrega da embarcação está prevista para 2022.

 

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

 

O megaiate viajou dentro do maior cais flutuante da Europa, que tem 290 metros de comprimento, 53 metros de largura e 51 metros de altura, puxado por três rebocadores.

Leia também

» NHD Boats divulga novas imagens de sua lancha de 36,5 pés. Confira

» Tradicional estaleiro francês apresenta projeto de catamarã movido a hidrogênio

» Estaleiro italiano apresenta lancha de 44 pés que reinventa o conceito da marca

 

Com poucos detalhes divulgados, o Project Opera é o segundo maior modelo atualmente em construção em Lürssen, apenas 12 metros menor que o Project Blue, de 158 metros.

 

Não perca nada! Clique aqui para receber notícias do mundo náutico no seu WhatsApp.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano

    Brasília Boat Show terá presença da NX Boats com lancha de luxo assinada pela Pininfarina

    Modelo estará nas águas do Lago Paranoá de 14 a 18 de agosto; ingressos para o salão já estão disponíveis

    Lancha resistente a fuzil é o novo reforço da Polícia Militar do Paraná; conheça o barco

    Embarcação militar Aruanã 29-CM-P atuará junto à Patrulha Costeira no combate à criminalidade e segurança de 39 comunidades

    Rei e cerveja: conheça a pequena ilha que tem ‘monarca’ próprio e pub centenário

    Pertencente à Inglaterra, Ilha de Piel é habitada há pelo menos 3 mil anos e conta com um antigo castelo

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda