Mestra Boats entrega mais uma lancha de 24 pés, desta vez, no Paraná

05/02/2021

O estaleiro paulista Mestra Boats, com sede em Pederneiras, interior de São Paulo, acaba de entregar mais uma unidade da sua lancha de 24 pés. O modelo foi para um cliente de Porto Rico, no Paraná.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Estreia do São Paulo Boat Show, a Mestra 240 tem 7 metros de comprimento e já conta com mais de 40 unidades na água, de acordo com o fabricante – esta é a 46ª Mestra 240 entregue.

Leia também

» Náufragos que flutuavam em geladeira foram resgatados depois de horas no Rio Amazonas

» Programa de estímulo à navegação de cabotagem, BR do Mar, é aprovado pela Câmara dos Deputados

» Mestra apresenta lancha de 16 pés pensada para pesca no São Paulo Boat Show

Com capacidade para levar até nove pessoas, além do piloto, tem proa aberta e é ideal para cruzeiros diurnos. Pode ser equipada com um motor de centro-rabeta de 200 a 280 hp de potência.

Gostou desse artigo? Clique aqui para receber o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e leia mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Público do Rio Boat Show 2024 tem desconto exclusivo em hotel oficial

    Bem localizado, Novotel Leme oferece condições especiais para visitantes do salão náutico mais charmoso da América Latina

    Visita de mergulhador a restos de baleia vence concurso de fotos subaquáticas do mundo; veja imagens

    Competição de fotos de dentro do mar acontece anualmente e conta com diversas categorias

    Filmagem de primeiras ondas de tsunami na Tailândia viraliza 20 anos após desastre

    De férias no local, homem filmou, sem saber, o início do fenômeno de 2004; assista ao vídeo

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show do ano 2000

    Terceira edição do evento teve de lancha sendo construída ao vivo a tanque de mergulho de 5 m de profundidade

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda