Mundial de Optimist

Por: Redação -
30/05/2016

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) definiu os atletas da Equipe Brasileira de Vela Jovem que vão representar o país no Campeonato Mundial de Optimist, em Vilamoura, Algarve, em Portugal, entre os dias 25 de junho e 4 de julho. Após a realização das duas seletivas nacionais, foram escolhidos o pernambucano Tiago Monteiro, de 15 anos; o paulista Nicolas Yudji Bernal, de 14 anos;  e os gaúchos Gabriel Kern, de 15 anos,  Giovanne Pistorello, de 14 anos, e Guilherme Plentz, de 15 anos.

“É fundamental os jovens participarem deste tipo de competição para ganharem experiência e sentirem o gosto de representar o país. Também é uma ótima oportunidade para intercâmbio com outros jovens. A CBVela tem feito grandes investimentos na Vela Jovem e levar nossos jovens velejadores para competições internacionais é um incentivo para que outros disputem os eventos nacionais e venham praticar vela”, afirmou o presidente da CBVela, Marco Aurélio de Sá Ribeiro.

A primeira etapa da Seletiva Nacional foi realizada entre os dias 8 e 17 de janeiro, no Campeonato Brasileiro de Optimist, no Iate Clube Santa Catarina, em Jurerê. A competição contou com a participação de 133 atletas, de dez estados. A segunda etapa foi o Campeonato Brasil Centro, entre 18 e 23 de abril, na Escola Municipal de Vela de Ilhabela, em São Paulo. Participaram do evento 102 atletas, de sete estados.

Com os atletas selecionados, a CBVela definiu a programação de treinos até o Mundial. Entre a última quinta-feira, 26, e o domingo, 29, foi realizada uma clínica no Clube Jangadeiros, em Porto Alegre (RS). Até a data da viagem, programada para o dia 20 de junho, os atletas classificados participarão de treinos intensivos sob comando do técnico gaúcho Atila Pellin.

“Disputar um Mundial é o sonho de todo atleta. O apoio à vela de base tem de ser sempre estimulado e a CBVela vem realizando um importante trabalho com a Vela Jovem. Será um grande prazer e um desafio ser o técnico da equipe em Portugal. Os garotos estão motivados e temos condições de buscar boas posições”, afirmou Atila Pellin, que trabalhará nesta função pela terceira vez em um Mundial de Optimist.

A classe Optimist é a principal categoria na iniciação da criança na prática da vela. O início da adaptação, treinamentos e participação em eventos esportivos depende da maturidade e familiarização da criança com o meio náutico, porém nunca antes dos 6 anos. O limite de idade para competir oficialmente na classe é 15 anos.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Catamarã elétrico de startup vence concurso e fará parte da autoridade marítima de Singapura

    Embarcação participa do projeto singapurense que pretende acabar com emissões portuárias até 2050

    Casas flutuantes em alta: conheça as mais luxuosas do mundo

    Inspire-se com cinco modelos das moradias sobre as águas que estão fazendo a cabeça dos milionários

    Com dois barcos de 19 pés, Ross Mariner mostra lançamento no Rio Boat Show 2024

    Boas opções de entrada, embarcações estarão no salão, de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória

    NÁUTICA Talks recebe Marina Bidoia, mais jovem velejadora a concluir a Refeno

    Velejadora realizou o trajeto Recife-Fernando de Noronha aos 24 anos, e vai levar experiência ao Rio Boat Show 2024

    Posto flutuante da rede Golfinho estará no Rio Boat Show 2024

    Loja de conveniência batizada de WayPoint também será apresentada de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória