Mundial Jovem

Por: Redação -
14/07/2014

A cidade de Tavira, em Portugal, está recebendo desde a semana passada jovens velejadores do mundo inteiro com idade até 18 anos para a disputa do Mundial da Juventude da Isaf, a Federação Internacional de Vela. O Brasil está sendo representado em todas as oito classes e, se velejar este ano como foi nos passados, terá grandes chances de voltar com medalhas. Os destaques da delegação são Tiago Brito, que defende o título da classe 420, e Kim Vidal, que disputa o evento na classe SL16 pela quarta e última vez, já que, assim como Tiago, atingiu o limite de idade. Kim conquistou até agora um ouro, um bronze e foi quarto no Mundial do ano passado.

Neste domingo foi realizada a cerimônia de abertura, com a presença de todos os atletas e autoridades locais e da federação. A competição começou para valer nesta segunda-feira, com a realização das primeiras regatas. O vento fraco complicou um pouco a vida dos velejadores brasileiros, porém o time conseguiu conquistar bons resultados.

Mostrando que tem total domínio do barco, Kim e seu proeiro Antônio Lopes estrearam no evento na liderança, após vencerem duas das três regatas disputadas.

Na Laser, outra boa conquista com Martin Lowy. O paulista disputa o evento pela quarta vez e estreou na terceira colocação entre os meninos ao vencer uma das duas regatas do dia. O líder é o irlandês Seafra Guilfoyle. Entre as meninas, Maria Carolina Boabaid começa na 13ª colocação. A líder é a americana Haddon Hughes.

Na classe 420, Tiago, que veleja com o paulista Philipp Essle, somou o nono lugar na primeira regata e o décimo na segunda e ocupa a nona colocação geral. Os líderes são os japoneses Ibuki Koizumi e Kotaro Matsuo. Entre as meninas, Giuliana Tozzi e Marina Issler não tiveram uma boa estreia e começam a competição em 27º. As líderes são as espanholas Silvia Mas Depares e Marta Davila Mateu.

Na classe 29er, Antonio Aranha e Stephan Kunath correram três regatas e finalizaram o dia também na 27ª colocação. Na liderança está a dupla de Hong Kong Yann Thierry D’Argrenlieu e Nathan Bradley.

Nas pranchas da classe RS:X, Breno Faccioli e Maria Carolina Cruz tiveram um dia regular. Os dois conquistaram dois vigésimos lugares e ocupam a vigésima colocação na masculina e na feminina.

O Mundial da Juventude da Isaf segue até o próximo dia 19 e pode ser acompanhado ao vivo pela internet através do site: goo.gl/6YTw2w.

A delegação brasileira disputa o Mundial da Juventude da Isaf com o apoio da CBVela. A CBVela tem o patrocínio do Bradesco e o apoio da Slam.

Foto: Isaf Youth Worlds/Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Armatti Yachts vai exibir três lanchas no Marina Itajaí Boat Show 2024

    Modelos de 30, 37 e 42 pés marcarão presença no evento, que acontece de 4 a 7 de julho

    Por que a tocha olímpica não apaga debaixo d’água? Entenda

    Tradicional revezamento que antecede os Jogos contou com trecho submerso na França, a 20m de profundidade no Mediterrâneo

    Enorme submarino de guerra surge em Santos, no litoral de São Paulo

    Embarcação da Marinha, o Tikuna - S34 chamou a atenção ao atracar com tripulantes sobre o casco

    Quase 1.500 anos: cientistas identificam a planta marinha mais antiga do mundo

    Espécie de alga marinha surgiu no Mar Báltico no período das Invasões Bárbaras, de 375 d.C. a 700 d.C

    Copa Mitsubishi de Vela: 2ª etapa termina com premiação e domingo sem ventos

    Participantes disputaram regatas no sábado, mas premiação aconteceu no dia seguinte sem novas competições