É tetra!

Por: Redação -
26/07/2014

Terminou nesta sexta-feira em Ilhabela o Sul-Americano da classe Star. Após quatro vitórias em sete regatas, Lars Grael e Samuel Gonçalves ficaram com o ouro. Bruno Prada, que velejou no leme, e Marcelo Bellotti, completaram o pódio. O evento ocorreu em paralelo com a Ilhabela Sailing Week e reuniu 16 barcos do Brasil e da Argentina.

Na água estavam velejadores de renome como Reinaldo Conrad, que é medalhista olímpico, Bruno Prada, tricampeão mundial ao lado de Scheidt, Dino Pascolato, um especialista na classe Star e Torkel Borgstrom, multi campeão na vela oceânica e campeão mundial da classe Snipe.

“Nós tivemos uma certa vantagem inicial, ao vencer as três primeiras regatas e hoje (sexta) tivemos um dia decisivo. Na primeira regata não fomos tão bem, mas conseguimos nos recuperar e acabar na quinta colocação. Ao vencermos a segunda regata do dia, consolidamos uma vitória matemática e acabamos nem precisando correr a última”, disse o timoneiro campeão, Lars Grael.

Este foi o quarto título sul-americano conquistado por Lars e o primeiro de Samuel. O curioso é que, para Lars, o ouro vem a cada três anos: o primeiro foi conquistado em 2005, o segundo em 2008, o terceiro em 2011 e o quarto agora, em 2014. Empolgado com a vitória, Samuel já avisou o timoneiro que quer quebrar este ciclo: “Quero vencer de novo ano que vem!”, brinca.

Com a vitória desta sexta, Lars soma a segunda estrela de prata da classe Star no ano, que significa um título continental. Em junho ele venceu, ao lado do americano Brad Nichol, o Hemisfério Ocidental, disputado no Lago Sunapee, nos Estados Unidos.

Além destes dois títulos, no exterior ele também conquistou este ano, com Samuel, a Levin Memorial e a Bacardi Cup, tradicional competição da classe e que nos seus 89 anos de existência nunca havia sido vencida por um brasileiro.

Lars Grael e Samuel Gonçalves contam com o patrocínio da Light através da Lei de Incentivo do Governo do Estado do Rio de Janeiro.

Resultado final:

1- Lars Grael/Samuel Gonçalves – 11 pp (1+1+1+2+5+1+[19])

2- Bruno Prada/Guilherme Almeida – 18 pp ([4]+3+3+1+4+4+3)

3- Marcelo Bellotti/Antonio Moreira – 21 pp (2+4+4+[10]+7+2+2)

4- Fábio Bruggioni/Marcelo Sansone – 21 pp (3+[5]+5+4+2+3+4)

5- Dino Pascholato/Henry Boening – 22 pp ([7]+2+6+3+1+5+5)

Foto: Marcos Mendez/Sail Station

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Poluição sonora no mar pode ser catastrófica para as baleias

    Barulhos provenientes da navegação de barcos, extração de recursos e outras atividades marítimas afetam a circulação dos animais que se comunicação pelo som

    Confira a melhor forma de chegar ao Rio Boat Show 2024

    Evento náutico mais charmoso da América Latina contará com transfer todos os dias e estacionamento 24h; saiba mais

    NÁUTICA Talks: Izabel Pimentel e Marcelo Osanai contam acontecimentos inesperados na navegação

    Dois navegadores que já passaram por apuros em alto-mar relatam suas incríveis histórias no Rio Boat Show 2024

    Yamaha vai ao Rio Boat Show 2024 com cinco motores e dois jets

    Entre os equipamentos, estão cinco modelos de popa; evento acontece de 28 de abril a 5 de maio

    Memória Náutica: relembre como foi o Rio Boat Show 2019

    Evento chegou a sua última edição antes da pandemia consolidado como o mais importante salão náutico outdoor da América Latina