Obras adiantadas

Por: Redação -
01/04/2015

O Grupo BR Marinas acabada de anunciar a antecipação da entrega das obras da Marina da Glória para dezembro deste ano. “A previsão inicial era fevereiro de 2016, mas as obras estão indo bem e vamos ter uma nova marina em funcionamento ainda em 2015”, afirmou Gabriela Lobato, presidente da BR Marinas. A executiva ainda divulgou que, a partir de 15 de setembro, a Marina da Glória já estará com sua nova estrutura de vagas secas em funcionamento, com o uso do fork lift (empilhadeira) para fazer a guarda e colocação das embarcações na água. O anúncio foi feito em reunião com representantes da Associação Brasileira dos Construtores de Barcos e Seus Implementos (Acobar).

A associação acredita que a disponibilização das 240 vagas secas e 415 molhadas na Marina da Glória será responsável diretamente por um grande aumento no volume de negócio náuticos no Rio de Janeiro, o que inclui a venda de embarcações.

O diretor executivo da Acobar, Lenilson Marcelo Bezerra, espera que o mercado náutico do Rio de Janeiro volte a crescer depois de dois anos de estagnação. “Em 2010 tivemos um “boom”, com o Brasil indo bem e atraindo empresas estrangeiras para o nosso mercado interno. Isto se refletiu em 2011, mas no ano seguinte iniciou-se a queda, tanto pela questão econômica quanto de infraestrutura, pois havia, e ainda há, uma grande carência de vagas na cidade do Rio de Janeiro”, explica ele.

Segundo Bezerra, o mercado, que chegou a crescer 10% ao ano, está estagnado desde o fim de 2013. “A abertura das vagas na Marina da Glória representa o fim do principal gargalo de crescimento no Rio de Janeiro. A falta de vagas é um fator pior do que os impostos para o nosso mercado. Mesmo estando em um momento difícil da economia, já podemos pensar em crescer. E graças a nova Marina da Glória”, acredita o executivo, lembrando que o setor naval é importante para a economia fluminense

Dentre as mudanças que marcam a revitalização da Marina da Glória podemos destacar a principal preocupação com sua função primária, que é atender o setor náutico da melhor forma possível. Para isso, o espaço que conta hoje com 167 vagas para barcos dentro da água e 73 vagas secas, passará para 415 e 240 vagas, respectivamente. O número de lojas também sofrerá mudanças, sendo reduzido de 40 para 24.

Para incentivar a circulação de turistas e cariocas na marina, as 510 vagas de automóveis ficarão concentradas em um estacionamento único, em parte no subsolo (236 vagas), e haverá espaço para restaurantes. O projeto atual pretende ocupar uma área total de 12.261 metros quadrados, um terço do que o projeto da antiga concessionária previa.

Além disso, o Grupo BR Marinas construirá um novo parque dentro da área da Marina da Glória, com ciclovia, mirante, deque e muitas árvores. A nova área pública foi projetada pelo escritório Burle Marx, responsável pelo projeto original do Parque do Flamengo, o que garante a total integração do espaço com o seu entorno.

Orçado em R$ 60 milhões e totalmente custeado pela BR Marinas, responsável por outras oito marinas no país, o projeto é assinado pelo arquiteto Eduardo Mondolfo, que já trabalhou com Oscar Niemeyer (1907-2012) e é autor de prédios conhecidos, como o do Shopping Leblon e o Hotel Fasano.

A BR Marinas esteve presente no Rio Boat Show com um estande para apresentar este novo projeto e suas outras marinas.

Imagem: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Boberto por 202 m² de painéis solares, barco percorreu quase 63.040 milhas náuticas apenas com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Embarcação militar de 71,6 metros é oriunda do Programa de Desenvolvimento de Submarinos, selado entre Brasil e França