Refeno

Por: Redação -
13/06/2014

A diretoria da 26ª Regata Recife Fernando de Noronha, a Refeno, anunciou, recentemente, que a maior regata oceânica do Brasil terá um novo percurso a partir da edição deste ano. Após a largada no Marco Zero do Recife, programada para o dia 27 de setembro, ao invés de seguir direto para o Arquipélago Fernando de Noronha, as embarcações passarão em frente a praia de Boa Viagem nas imediações do Edifício Acaiaca.

A alteração, que exigira um bordo para o sul, vai acrescentar algumas milhas no percurso e um novo recorde deverá ser estabelecido nesta edição.

“A mudança vem atender uma solicitação de patrocinadores e de espectadores que irão ter um belo visual ao mesmo tempo em que estiverem curtindo a mais bela praia do Recife”, justificou o Comodoro do Cabanga Iate Clube de Pernambuco e coordenador geral da Refeno, Marcos Medeiros.

A Regata Internacional Recife – Fernando de Noronha atrai, todos os anos, competidores do Brasil e de várias partes do mundo. E não é difícil entender por quê. O mar, o vento e o clima de Pernambuco são ideais para a navegação. E as paisagens, tanto na partida quanto na chegada, são das mais belas do país.

Foto: Divulgação

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial