Terror nos mares

Por: Redação -
23/09/2015

A bordo de um navio da ong Sea Shepherd, há três anos, a bióloga e ambientalista Bia Figueiredo foi a única brasileira na tripulação que enfrentou durante 110 – uma das mais longas perseguições marítimas de que se tem notícia – o Thunder, o mais temido navio pesqueiro pirata do mundo, até ele naufragar no Atlântico.

Ela contou para NÁUTICA como foram os dias de perseguição, passando por três oceanos, enfrentando as difíceis condições do mar antártico, chuva e vento. Você pode conferir a história completa na edição de setembro, que está disponível nas bancas de todo o Brasil e, também, no shopping náutico.

Foto: Arquivo NÁUTICA

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Vírus gigante encontrado no Ártico pode amenizar efeitos do aquecimento global

    Estudo aponta que o organismo, mil vezes maior do que o vírus da gripe, consegue desacelerar o derretimento do gelo; entenda

    Estrada de pedra de 7 mil anos atrás é registro da história no fundo do Mar Adriático

    Cerâmicas e outros artefatos encontrados no local são vestígios que podem ter pertencido a antiga civilização de Hvar, na Croácia

    Curtir paisagens com água diminui a frequência cardíaca, apontam estudos

    Efeito positivo da água sobre a pressão arterial foi comprovado em três experiências com humanos

    Estaleiro holandês Feadship lança seu primeiro superiate movido a energia solar

    Embarcação de 59,5 metros representa mais um passo da marca rumo ao objetivo de ser neutra para o clima até 2030

    Mestra levará seu maior barco ao Marina Itajaí Boat Show 2024

    Estaleiro estará no evento náutico com três opções de lanchas que vão de 29,5 pés a 35 pés