Tradição olímpica

13/10/2015

A preparação para os Jogos Olímpicos 2016 já está a todo vapor e uma das grandes atrações do evento, a tradicional tocha olímpica já se prepara para o revezamento que começa em maio do ano que vem, em Brasília, com a duração de 95 dias e a leva por 300 cidades do país, pelas mãos de 12 mil condutores, até a chegada da tocha ao Maracanã, no dia 5 de agosto, para o acendimento da pira olímpica na cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

O revezamento da tocha por todos os estados brasileiros celebra os valores que simboliza, entre eles, a amizade, que será representada por 12 atletas e ex-atletas escolhidos para conduzir a tocha e escolher alguém importante na sua vida para ser um segundo condutor, por meio de campanha lançada para as Olimpíadas.

Entre eles está o ex-velejador Lars Grael, que escolheu seu companheiro Clínio de Freitas, parceiro de barco em duas Olimpíadas, com quem ganhou o bronze nos jogos de Seul em 1988, técnico na campanha de Atlanta, em 1996, e a primeira pessoa a prestar socorro a Lars no acidente que sofreu em 1998, para repassar a missão de carregar a tocha. “São 35 anos de amizade e 31 de vela juntos. O Lars está sempre aprontando comigo”, afirmou Clínio. “Eu já participei dos Jogos como atleta, técnico e dirigente. Agora, conduzindo a Tocha será a primeira vez”.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Peixe-lua encontrado em praia dos EUA pode ser o maior já registrado na história

    Espécie rara de 2,2 metros foi encontrada já sem vida na cidade de Gearhart, no estado de Oregon

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares