Zeus Team abre Brasileiro de C30 com vitória apertada em Florianópolis

Por: Redação -
08/02/2019
Foto: Marcelo Leão

O início do Campeonato Brasileiro da Classe C30, com regatas paralelas ao Circuito Oceânico Ilha de Santa Catarina, ratificou o equilíbrio e a velocidade típicos da classe. O Zeus Team, com o comandante Inácio Vandresen, cruzou a linha de chegada em Jurerê com o tempo de 4h58m17, apenas nove segundos à frente do Katana Potobello, ambos do Iate Clube de Santa Catarina (ICSC).

A Comissão de Regatas aproveitou o vento nordeste, entre 8 e 12 nós (15 a 20 km/h) para realizar uma regata longa, com percurso de 42 milhas (76 km). Os dois barcos locais se valeram do conhecimento da raia, além do talento de suas tripulações, a exemplo dos velejadores das outras três embarcações. Os cinco concorrentes chegaram em um período inferior a cinco minutos, com Kaikias Maserati (SP), Loyalty (RS) e Caballo Loco (SP), em sequência.  

“Foi um dia lindo, com uma regata espetacular e um pega do começo ao fim. O Fipa (Felipe Linhares) deu um banho na tática. Ele até ganhou uma caipirinha do Cesinha (Cesar Gomes Neto, comandante do Katana) como prêmio. Só conseguimos ultrapassar o Katana a 1,5 milha da chegada, em uma manobra de mestre, antecipando o jibe” (mudar o rumo com o vento em popa), enalteceu Vandresen, agradecendo ainda, as presenças dos barcos de fora: Kaikias, Caballo Loco e Loyalty.    

A experiente tripulação do Kaikias Maserati, de Ilhabela, chegou a Florianópolis com antecedência para se familiarizar com a raia. A estratégia surtiu efeito. “Foi um dia perfeito para se velejar. Apesar de largarmos mal, fizemos uma regata de recuperação e conseguimos chegar entre os três primeiros. Os barcos são muito iguais, o que torna a disputa tensa. A C30 é, sem dúvida, a classe mais equilibrada do campeonato”, afirmou o timoneiro do Kaikias Maserati, Beto de Jesus.

Mais cinco regatas barla-sota (entre duas boias) estão previstas até domingo (10), com um descarte para o pior resultado a partir da quinta prova. O Circuito de Santa Catarina é válido pela primeira etapa do Campeonato Brasileiro de C30, que será concluído em sua segunda etapa, em julho, paralelamente à Semana de Vela de Ilhabela.

LEIA TAMBÉM
>>Já estão abertas as inscrições para a 20ª Regata Náutica Caras. Não perca!
>>Kapazi apresentará revestimento náutico personalizável no Rio
>>#tbt: Top Gun 38, a emblemática Cigarette construída no Brasil

Classificação da C30 após uma regata

1 – Zeus Sailing Team (Inácio Vandresen) – Florianópolis

2 – Katana Potobello (Cesar Gomes Neto) – Florianópolis

3 – Kaikias Maserati (Eduardo Mangabeira) – Ilhabela

4 – Loyalty (Alexandre Leal) – Porto Alegre

5 – Caballo Loco (Mauro Dottori) – Ilhabela     

Campeões Brasileiros da Classe C30     

2012 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2013 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2014 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2015 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2016 – Zeus Team – 08 (Inácio Vandresen) – ICSC

2017 – Katana Portobello – 07 (Cesar Gomes Neto) – ICSC  

2018 – Caiçara UV.Line – 09 (Marcos de Oliveira Cesar) – Pindá IC (Ilhabela) 

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Teste Solara 380 Bowrider: lancha encanta com amplos espaços e boa navegabilidade

    Muito agradável para uso externo, a nova embarcação tem aberturas laterais na popa, solário triplo e cockpit espaçoso

    Novo jet elétrico do Batman traz ficção à vida real em embarcação de luxo limitada

    Batizado de Maverick GT Stormy Knight, 27 unidades do jet serão comercializadas pela própria Wayne Enterprises

    Na Espanha, praia de areia preta já abrigou espiões da Guerra Fria e hoje é point de turistas

    Playa de Puerto Naos contrasta escuridão da areia com azul do mar e simpáticos prédios coloridos, além de ostentar o selo Bandeira Azul

    Dupla brasileira disputará volta ao mundo de veleiro na Globe 40

    Desafio chega à segunda edição como o mais forte em duplas dentro da modalidade

    Na popa de superiate, Bugatti atrai olhares durante GP Mônaco de Fórmula 1

    Pelo 2º ano, influenciador içou carro de luxo para dentro de embarcação -- dessa vez, uma 170 pés