Brasília Yacht Day

15/06/2016

No próximo sábado, 18, o Lago Paranoá será palco para a 7ª edição do Brasília Yacht Day (BYD), que acontece em frente à Marina Villa Náutica, bem perto do famoso cartão-postal da cidade, a Ponte Juscelino Kubitschek, nas águas da capital federal. O evento foi lançado no último domingo, 12, com o BYD Preview, na Bamboa Brasil, e promete repetir o sucesso e a animação das edições anteriores, com o Lago Paranoá e o céu de Brasília como cenário.

O Distrito Federal ocupa, hoje, a quarta posição de maior frota de veículos náuticos do país (atrás de Santos, Barra Bonita e Rio de Janeiro), com aproximadamente cinco mil embarcações, segundo a média de embarcações por habitantes das regiões. E o Lago Paranoá, construído com o objetivo de aumentar a quantidade de água disponível, é uma excelente área para navegação, com profundidade média elevada. Segundo a Capitania dos Portos de Brasília, em média, cem embarcações circulam em águas brasilienses nos fins de semana e feriados.

Foto: Divulgação

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Fotos inéditas do Titanic prometem revelar detalhes nunca vistos dos destroços

    Expedição ao naufrágio conta com dois robôs ultra tecnológicos, que farão imagens e mapeamentos 3D no fundo do oceano

    Brasília Boat Show terá presença da NX Boats com lancha de luxo assinada pela Pininfarina

    Modelo estará nas águas do Lago Paranoá de 14 a 18 de agosto; ingressos para o salão já estão disponíveis

    Lancha resistente a fuzil é o novo reforço da Polícia Militar do Paraná; conheça o barco

    Embarcação militar Aruanã 29-CM-P atuará junto à Patrulha Costeira no combate à criminalidade e segurança de 39 comunidades

    Rei e cerveja: conheça a pequena ilha que tem ‘monarca’ próprio e pub centenário

    Pertencente à Inglaterra, Ilha de Piel é habitada há pelo menos 3 mil anos e conta com um antigo castelo

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda