BRP divulga receita recorde do primeiro trimestre deste ano. Saiba mais

Por: Redação -
29/06/2022

A BRP divulgou seus resultados financeiros do período de três meses encerrado em 30 de abril de 2022. Para José Boisjoli, presidente e CEO da companhia, tais resultados demonstram mais uma vez a capacidade da BRP em operar com eficiência em um cenário desafiador.

“A demanda por nossos produtos continua robusta e nosso foco na execução operacional permitiu ampliar ainda mais nossa liderança de mercado. Dada a capacidade de nossa equipe de avançar em nossas prioridades estratégicas e nossa agilidade na gestão em um ambiente de cadeia de suprimentos mais desafiador, continuamos confiantes em entregar mais um ano forte, com crescimento de receita esperado de 24% a 29% e expansão de EPS (Ganhos por Ação) normalizado de 11% a 14%”, relatou Boisjoli.

Dentre os principais números alcançados no período, destaque para receitas de CA$ 1.809,3 milhões, semelhantes às do primeiro trimestre do ano passado. Já as receitas de produtos não sazonais aumentaram CA$ 11,9 milhões em comparação com o primeiro trimestre do ano passado atingindo CA$ 934,4 milhões, recorde para um primeiro trimestre. O EPS diluído normalizado de CA$ 1,66 teve uma redução de CA$ 0,87 por ação, enquanto o EPS diluído de CA$ 1,46 registrou queda de CA$ 1,33 por ação em relação ao mesmo período anterior.

O EBITDA normalizado de CA$ 272,1 milhões sofreu uma redução de CA$ 106,9 milhões, ou 28,2% sobre igual período do ano passado. E reafirmando a orientação completa de fim de ano para receitas e EBITDA normalizado e ajustando EPS normalizado (diluído para cima em CA$ 0,25), agora variam de CA$ 11,00 a CA$ 11,35.

A empresa vem enfrentando um nível contínuo de interrupções e ineficiências relacionadas à cadeia de suprimentos em um ambiente cada vez mais inflacionário quando comparado ao primeiro trimestre do ano fiscal de 2022 e ao quarto trimestre fiscal de 2022.

Como resultado, isso limitou a capacidade da Empresa em satisfazer a demanda do consumidor e reabastecer os estoques dos revendedores e, por sua vez, limitar ainda mais a disponibilidade de produtos na rede em comparação com níveis sazonais ideais. Tais interrupções relacionadas à cadeia de suprimentos, que devem durar ao longo do ano fiscal 2023, também resultou em um aumento do nível de unidades semiprontas aguardando componentes ausentes.

Para detalhes do relatório original, clique aqui.

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Casal troca apartamento para viver em veleiro com seis gatos

    Embora a rotina de manutenção do catamarã seja dura e exigente, Aline e José garante que vale a pena

    Novo submarino Tonelero será lançado ao mar no fim de março, no Rio de Janeiro

    Gigante equipamento militar equivale o peso de 234 carros populares e tem 71,6 metros de comprimento

    Carga bilionária: Colômbia vai extrair tesouros do "Santo Graal dos Naufrágios"

    Embarcação espanhola que naufragou em 1708 levou US$ 20 bilhões para o fundo do mar

    Recém-lançado, Neuboat Dock Raymarine é novidade da Marine Express

    Semelhante a uma câmera de ré, o Neuboat Dock é capaz de mapear o ambiente e trazer imagens 360º ao piloto

    Venda de ingressos para o Rio Boat Show 2024 é aberta; garanta o seu

    Evento conhecido por reunir o melhor do lifestyle náutico acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória