Sem passeio de gôndola: canais de Veneza secam devido à falta de chuvas e maré baixa

Por: Redação -
02/03/2021
Imagem: Reprodução/DailyMail

Os famosos canais de Veneza secaram no sábado (27) pela segunda vez nos últimos três anos. A falta de chuvas e a maré baixa impossibilitaram a locomoção de gôndolas e barcos na região. No domingo (28), o nível da água ficou abaixo de 50 centímetros.

Inscreva-se no canal de NÁUTICA no YouTube e ATIVE as notificações

Além disso, acredita-se que o fenômeno esteja relacionado à lua cheia de fevereiro – também conhecida como ‘lua da neve’ – quando as luas cheias causam as maiores flutuações nas marés da lagoa veneziana. Segundo meteorologistas, esse cenário se modificará apenas no final desta semana, quando é esperado um avanço da maré.

Imagem: Reprodução/R7

Leia mais:

>> Sem saber velejar e distante do mar, mineiro realiza sonho de construir o próprio veleiro

>> O casal que trocou o asfalto do Rio de Janeiro pelas águas do litoral brasileiro

>> Pai e filho passam horas construindo barcos a controle remoto: “É a nossa paixão”

Isso ocorre porque o alinhamento do sol e da lua, que é necessário para provocar uma lua cheia, significa que ambos estão exercendo uma poderosa atração sobre os mares e oceanos da Terra, causando principalmente marés altas e baixas. Sendo assim, Veneza também é uma cidade conhecida por seus alagamentos. Agora, o drama é outro.

Por Gustavo Baldassare sob supervisão da jornalista Maristella Pereira

Gostou desse artigo? Clique aqui para assinar o nosso serviço de envio de notícias por WhatsApp e receba mais conteúdos.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Com propulsão eólica, Airbus terá frotas marítimas contra emissões de dióxido de carbono

    Gigante da indústria aeroespacial terá velas rotativas e motores biocombustíveis; entenda

    Vila flutuante nas Maldivas promete ser o mais novo "point" dos milionários

    Projeto da rede de hotéis de luxo Soneva traz uma série de comodidades luxuosas com diárias a partir de R$ 25,6 mil

    São Paulo inaugura estruturas náuticas de uso público para alavancar turismo

    Municípios de Pereira Barreto, Três Fronteiras e Rubinéia deram início à primeira fase do Programa de Turismo Náutico

    Nada de bingo! Aos 81 anos, velejadora aposentada bate recordes navegando sozinha

    Mesmo aposentada, Jeanne Socrates já realizou voltas ao mundo num veleiro, e totalmente solitária

    Solara Boat House fará sua estreia nas águas durante o Rio Boat Show 2024

    Estaleiro terá ainda 3 lançamentos e outros 6 barcos no evento que acontece de 28 de abril a 5 de maio, na Marina da Glória