Copa da Juventude chega ao fim e mostra força da modalidade de Norte a Sul

Por: Redação -
12/02/2019
Foto: Gabriel Heusi

 

A XXVI Copa da Juventude chegou ao fim neste domingo, dia 10, no Veleiros do Sul, em Porto Alegre, mostrando a força da vela de Norte a Sul do Brasil. O mais importante campeonato de Vela Jovem do país teve como vencedores atletas de Pernambuco ao Rio Grande do Sul, passando pela Bahia e por São Paulo. No encerramento, o destaque à parte ficou por conta da festa gaúcha pelas vitórias de Nicolas Mueller, do clube anfitrião, na classe Laser Radial, e Guilherme Plentz (Clube dos Jangadeiros) na RS:X masculina. O Yacht Club da Bahia (YCB) foi o clube campeão na classificação geral, com 357 pontos.

 

O campeonato foi o principal evento classificatório para formar a equipe a partir da qual serão escolhidos os atletas que representarão o Brasil no Mundial da Juventude 2019, de 13 a 20 de julho, na cidade de Gdynia, na Polônia. Ao todo, 69 barcos participaram do evento, nas seguintes classes: RS:X (Masc. e Fem.), Laser Radial (Masc. e Fem.), 420 (Masc. e Fem.) e 29er (Masc. e Fem.). 

 

“Essa Copa da Juventude foi muito exigente e apresentou um nível técnico bem alto. Isso dá tranquilidade para nós, da Confederação Brasileira de Vela, de que a equipe vai ter qualidade técnica, energia e garra para o Mundial da Juventude”, afirmou Juan Ignácio Sienra, coordenador técnico da Vela Jovem.

 

Num campeonato marcado pelo equilíbrio em várias classes, nenhuma foi tão parelha quanto a RS:X masculina. Guilherme Plentz, do Jangadeiros, venceu as três regatas deste domingo e conquistou a medalha de ouro no desempate, após terminar com os mesmos 12 pontos perdidos que Marco Antonio dos Santos Júnior, do Yacht Club da Bahia (YCB). No feminino, Giovanna Prada (Escola de Vela de Ilhabela), filha do medalhista olímpico Bruno Prada, foi a campeã (24 p.p.).

 

LEIA TAMBÉM
>>Já estão abertas as inscrições para a 20ª Regata Náutica Caras. Não perca!
>>Sedna Group apresentará 10 de suas embarcações no Rio
>>Campeões definidos no 30º Circuito Oceânico da Ilha de Santa Catarina

 

Na classe Laser Radial, Nicolas Mueller, do Veleiros do Sul, foi o vencedor masculino após ganhar as últimas cinco regatas do campeonato, terminando com 9 pontos perdidos. Na volta da água, o velejador foi muito festejado pelos companheiros de clube. No feminino, Christine Reimer, do Yacht Club Santo Amaro (YCSA), de São Paulo, dominou a disputa do começo ao fim (48 p.p.).

 

Na 420 feminina, Marina da Fonte e Marina Arndt, do Cabanga Iate Club de Pernambuco (CICP) e do Yacht Club da Bahia (YCB) foram campeãs, com 18 pontos perdidos. Agora, Marina Arndt volta o foco para a quarta participação no Mundial da Juventude, sendo que nas três anteriores terminou sempre no top 10. Na 420 masculina, Bernardo Peixoto e Marcos Arndt (YCB) levaram o título (11 p.p.).

 

Na classe 29er masculina, Nicolas Bernal e Gabriel Michaelis (YCSA) ficaram com a medalha de ouro, com 20 pontos perdidos. No feminino, Ludmila Lira e Julia Olivier (CICP) foram as campeãs (60 p.p.).

 

A Copa da Juventude foi organizada pela CBVela, em parceria com o Veleiros do Sul, com patrocínio do Bradesco e da Energisa, a patrocinadora da Vela Jovem Brasileira

 

Confira os resultados finais aqui.

 

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

 

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Primeiro catamarã a hidrogênio dos EUA está pronto para servir como balsa

    Guarda Costeira norte-americana autorizou o início do serviço, que transportará até 75 pedestres por vez pela Baía de São Francisco

    Governo do Rio de Janeiro reduz imposto para fabricantes de embarcações

    Vitória para o setor, incentivo fiscal para o setor náutico reduz de 27% para 7% a alíquota do ICMS para venda de barcos

    Teste Real 40 Cabriolet: lancha se destaca pelo conforto no cockpit, cabine e posto de comando

    Testada nas águas de Ilhabela, no litoral norte de São Paulo, modelo ainda chama atenção pela pilotagem a céu aberto

    Cruzeiro nudista pelo Caribe é aposta de empresa dos Estados Unidos; conheça

    Com previsão de lançamento em 2025, viagem sem roupa pelos mares custa a partir de R$ 10 mil, mas tem regras rígidas de convivência

    Robert Scheidt será o embaixador da 51ª Semana Internacional de Vela de Ilhabela

    Maior medalhista da história olímpica do Brasil estará no evento patrocinado pela Mitsubishi de 20 a 27 de julho