Cyclone radar, da Raymarine, promete mais precisão, alcance e definição. Equipamento é oferecido pela Marine Express

Por: Redação -
10/05/2022

A Marine Express esteve no Rio Boat Show 2022, onde mostrou diversos produtos, dentre eles seu novo e avançado radar, o Cyclone, da Raymarine. Lançado no Miami Boat Show deste ano, o equipamento fez sua primeira aparição no Brasil durante a feira carioca.

Diferentemente de seus antecessores na marca, este modelo de estado sólido não faz uso de microondas. Isso se traduz em uma alta precisão, longo alcance (72 milhas náuticas) e grande definição dos alvos. Por exemplo, o radar consegue identificar e representar, com muitos detalhes, ilhas pequenas e distantes. Também mostra as condições meteorológicas locais, inclusive formações de nuvens, o que permite ao capitão evitar tempestades.

Outro destaque do Cyclone é seu Sistema Doppler, que traz um esquema de diferenciação de alvos. Objetos parados são representados em cinza; já os que se movimentam aparecem em verde e vermelho. O verde diz respeito a embarcações que navegam no mesmo sentido do barco do proprietário, enquanto o vermelho mostra as que se encontram em rota de colisão. Esse esquema é particularmente útil no período noturno e em ambientes com alta concentração de barcos.

Os amantes da pesca também podem comemorar a chegada deste radar, já que ele se mostra um grande aliado nesta prática esportiva. Seu modo pássaro identifica aves nas proximidades, o que auxilia na descoberta de cardumes.

Sua antena vem em três tamanhos e atinge velocidades de rotação de até 60 rpm. As pequenas aberturas em cada lado da estrutura permitem a refrigeração da antena, enquanto sua estrutura fechada evita a condensação de água em seu interior – e o consequente prejuízo ao equipamento.

Cristiano Sestini, diretor executivo da Marine Express, afirmou, em entrevista à NÁUTICA, que o modelo foi uma solicitação da Guarda Costeira americana. O órgão em questão desejava um equipamento que, mesmo em uma embarcação a 100 km/h, fosse capaz de identificar rapidamente alvos no mar.

Confira a conversa na íntegra:

Por Gabriel Caldini, sob supervisão da jornalista Maristella Pereira.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Sino de navio americano naufragado durante a Primeira Guerra Mundial é encontrado na Inglaterra

    Embarcação naufragou após ser atingida por submarino alemão; objeto será exposto no Museu da Marinha americana

    Com método inovador, jovem inventor quer acabar com plásticos no mar

    Irlandês criou equipamento para monitorar poluição aos 12 anos e foi premiado pelo Google aos 18; conheça

    Procurando um terreno? Ilha intocada na Patagônia Chilena está à venda

    Local tem cerca de 445 km², mais de 80 lagos, a Cordilheira dos Andes de fundo e custa aproximadamente R$ 173,6 milhões

    1ª embarcação capaz de produzir seu próprio hidrogênio está prestes a finalizar volta ao mundo

    Barco percorreu mais de 63 mil milhas náuticas só com energias renováveis

    Expedição realizada no Chile pode ter descoberto mais de 100 novas espécies marinhas

    Biólogos do Censo Marinho têm o objetivo de descobrir 100 mil novos seres do mar nos próximos 10 anos