É lançado edital para turismo de observação de baleias em Santa Catarina

Por: Redação -
11/04/2019
Foto: Carolina Bezamat

Empresas interessadas em realizar turismo de observação embarcada de baleia franca (Eubalaena australis) na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca (SC) já podem se cadastrar para obter a autorização da atividade. O edital 01/2019 pode ser acessado aqui.

O prazo para cadastramento vai até o dia 14 de maio. Somente pessoas jurídicas podem participar. O interessado deve procurar a sede da APA Baleia Franca (conferir serviço abaixo) levando requerimento, cópia do RG e CPF do representante legal de pessoa jurídica; cópia do CNPJ, de inscrição estadual e do contrato social da empresa; alvará municipal de funcionamento da pessoa jurídica, certificado de registro vigente no Cadastro dos Prestadores de Serviços Turísticos (Cadastur) e Termo de Reconhecimento de Risco.

Com a aprovação do Plano de Manejo da APABF e a promulgação da portaria n◦ 1.112, de 17 de dezembro de 2018 (publicada no Diário Oficial da União em 21/12/2018), o poder público regulamentou a atividade do turismo de observação embarcado (TOBE) na Área de Proteção Ambiental da Baleia Franca condicionada a uma série de regras e atividades de pesquisa, fiscalização e controle a serem desenvolvidas no intuito de avaliar os impactos que tal atividade possa trazer a esta espécie ameaçada. Em 2012, a atividade havia sido suspensa pela Justiça Federal e sua liberação condicionada à apresentação de um Plano de Normatização, Monitoramento, Fiscalização e Controle a ser elaborado pelo ICMBio.

A temporada de observação inicia no dia 15 de agosto e vai até o dia 5 de novembro e as operações poderão ocorrer em até quatro dias por semana. Os dias serão previamente planejados por quem receber a autorização e a programação deve ser enviada para a APA semanalmente.

Cada empresa só pode realizar até duas operações turísticas por dia e no máximo, duas embarcações. Para cadastro da embarcação, devem ser apresentados documentação contendo nome, tipo e título da embarcação expedido pela Capitania dos Portos; certificado válido de Segurança da Navegação expedido pela Marinha e Comprovante de contratação de Seguro de Danos Pessoais Causados para Embarcações ou por suas Cargas (DPEM).

LEIA TAMBÉM
>> Inace participará da 22ª edição do Rio Boat Show
>> Feadship inicia reconstrução de superiate de 1950
>> Conheça as três lanchas que serão apresentadas pela Triton Yachts no Rio Boat Show

A Área de Proteção da Baleia Franca é uma unidade de conservação federal de uso sustentável localizada no litoral sul de Santa Catarina criada pelo poder público em 14 de setembro de 2000 devido aos atributos naturais e culturais da região e tem por principais objetivos proteger a diversidade biológica, ordenar o processo de ocupação humana e assegurar a sustentabilidade do uso dos recursos naturais às presentes e futuras gerações.

Um dos principais objetivos de criação da APA da Baleia Franca é conservar e proteger a baleia franca austral (Eubalaena australis) na área abrangida pela UC, que abriga a principal área de agregação reprodutiva dessa espécie ameaçada de extinção no Brasil.

Essa espécie foi caçada pela indústria baleeira na região de 1740 a 1970 e chegou a beira da extinção. Com o término da caça a partir dos anos de 1980 a população das baleias começou a dar sinais de uma lenta recuperação a partir da implantação de medidas de legais de proteção e com o aumento da consciência ambiental da população.

O principal desafio da equipe da unidade será implantar o programa de monitoramento da atividade turística de observação de baleias franca embarcado na APA-BF na temporada de 2019, desenvolvido com base em critérios científicos e metodologia consolidada, de forma a identificar e avaliar os possíveis impactos da atividade sobre a preservação da baleia franca subsidiando as futuras ações de manejo à realização ou não da atividade e, ao mesmo tempo, sensibilizar a sociedade sobre a importância da proteção desses gigantes cetáceos que utilizam a região protegida pela APA-BF como área de reprodução, amamentação e descanso, importante área de agregação reprodutiva essencial à esta espécie ameaçada.

Receba notícias de NÁUTICA no WhatsApp. Inscreva-se!

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Saiba como seu barco pode ajudar moradores do Rio Grande do Sul

    Grupo Náutica uniu forças com a CUFA para apoiar o estado atingido por enchentes; instituição busca pequenos barcos para o transporte de doações

    Sem deixar feridos, incêndio na Croácia atinge mais de 20 barcos

    Incidente ocorreu em marina na cidade de Medulin, no noroeste do país, no último dia 15

    Nova lancha da Azimut promete reduzir em até 40% as emissões de CO₂

    Batizada de Seadeck 6, embarcação foi apresentada em piscina no maior evento de design do mundo, na Itália

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada