Em funcionamento

Por: Redação -
17/11/2015

Com inauguração marcada para o próximo sábado, dia 21, a Marina Itajaí já está em funcionamento, em Santa Catarina, e recebeu recentemente os grandiosos barcos que disputaram a Regata Jacques Vabre, entre a França e Itajaí. Para atender aos clientes, já estão disponíveis 320 vagas, sendo 155 secas e 165 molhadas, e sua ampliação será realizada conforme a demanda por novas vagas, devendo chegar à sua capacidade plena, de pouco mais de 900 vagas, em 2019.

Há poucos dias, começou a operar o equipamento vindo dos Estados Unidos especialmente para a Marina Itajaí, o forklift, com capacidade para içar barcos de até 12 toneladas, ou 45 pés. O equipamento é fundamental para guardar os barcos nas vagas altas do hangar e pode elevar a embarcação a uma altura de 12 metros, o equivalente a um prédio de 4 andares.

A partir de janeiro, entrará em funcionamento um travel lift, com capacidade para embarcações de até 75 toneladas, ou mais de 90 pés. Reparos nos barcos que antes só poderiam ser feitos no Guarujá, litoral paulista, poderão ser realizados em Itajaí.

A Marina Itajaí tem investimentos que ultrapassam R$ 40 milhões e ocupa uma área em terra de 30 mil m² e 120 mil m² de espelho d´água.

Foto: Alexandre Fernandes

Assine a revista NÁUTICA: www.shoppingnautica.com.br

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Linda e precária: ilha no Caribe Colombiano é a mais densamente povoada do mundo

    Com 10 mil m² de área, Santa Cruz del Islote tem apenas 825 habitantes e sofre com turismo predatório

    Ilhabela deve ganhar 1ª usina de dessalinização de água de São Paulo em 2026

    Projeto prevê aumento de 22% no volume de água tratada no município, atendendo mais de 8 mil pessoas

    Descanso sobre as águas: hospedagem em barcos atracados é opção de lazer no litoral brasileiro

    Ideia dispensa a necessidade de carteira náutica e traz valores acessíveis para uma experiência pra lá de diferente

    Falkirk Wheel: conheça o elevador gigante para barcos que virou ponto turístico

    Construção na Escócia foi feita para driblar desnivelamento maior que um prédio de dez andares

    Ações de despoluição na Baía de Guanabara fazem vida marinha voltar às águas

    Expedições comandadas pelo Instituto Mar Urbano observaram mais animais na região e melhor qualidade da água