Ilha dos Faisões: conheça o lugar que muda de país a cada seis meses

Arquipélago fica sob os cuidados da Espanha e da França, em momentos alternados, e é restrito a visitações

24/02/2023
ilha que muda de pais

Pode parecer brincadeira, mas é verdade: há uma ilha no mundo que muda de país duas vezes por ano. A Ilha dos Faisões, surpreendentemente, pertence ora à França ora à Espanha, alternando semestralmente o “dono” do lugar.

A localização dessa ilha fica na fronteira entre os dois países, no rio Bidasoa, próximo das cidades de Irun (Espanha) e de Hendaye (França).
vista aérea da ilha dos Faisões

Ilha possui marco histórico e foi palco de casamento de rei

O arquipélago é conhecido como símbolo de paz duradoura, pois as conversas de cessar-fogo da Guerra dos Trinta Anos foram realizada na ilha, por ser considerada, à época, território neutro.

 

O Tratado de Pirineus, que selou o fim do conflito, também foi assinado no local. E, para relembrar essa história, há um monumento — escrito tanto em espanhol quanto em francês — no centro do território, que conta os detalhes desse fato histórico.

ilha que muda de pais

Com a paz selada entre as nações, ambos os países passariam a dividir os cuidados do território, alternando a cada seis meses a responsabilidade.

 

A ilha que muda de país também foi palco para celebrar o casamento entre o rei Luís XIV e Maria Teresa da Espanha — filha do rei Filipe IV, em 1660.

ilha que muda de pais

Com 200 metros de comprimento, o arquipélago reúne algumas árvores e está a 20 metros do território francês e a 10 metros do lado espanhol.

 

A Ilha dos Faisões fica sob responsabilidade da Espanha entre os meses de fevereiro e julho. Enquanto de agosto a janeiro o território é da França. Em cada um desses períodos, o respectivo país deve cuidar da jardinagem e limpeza local.

ilha que muda de pais

Com entrada restrita, um dos pouquíssimos momentos em que visitantes podem ir ao território é durante a cerimônia bianual de entrega entre os países.

 

Por Felipe Yamauchi, sob supervisão da jornalista Denise de Almeida

 

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Homem nada mais de 100 metros sem respirar em lago congelado e quebra dois recordes

    Aos 52 anos, experiente nadador suíço acumula títulos e já deteve outro recorde mundial; confira

    Resorts 'no meio do nada' oferecem de natação com cavalos a plantio de recifes

    Ultraluxuosos, estabelecimentos cercados por belas águas buscam se diferenciar com passeios extravagantes; conheça 5 deles

    Búzios ganhará Centro de Desenvolvimento da Vela após parceria de ICAB e CBVela

    Parceria inédita prevê treinos das equipes jovem e principal, clínicas, uma escola de vela e projeto social para fomento do esporte na região

    Tubarão mais rápido dos oceanos é filmado no litoral de São Paulo; assista

    Conhecido como tubarão-mako, animal que pode atingir até 70 km/h foi flagrado próximo à Ilhabela

    Pinguim aparece em praia de Cabo Frio (RJ), surpreende banhistas e levanta dúvida: é normal?

    Apesar de ter sido visto navegando tranquilamente no mar transparente da região, presença do animal em águas brasileiras levantou questionamentos