Kaikias Maserati, de Ilhabela, é campeão da Classe C30 em Florianópolis

Por: Redação -
14/02/2019
Foto: Marcelo Leão

Kaikias Maserati venceu Circuito Oceânico Ilha de Santa Catarina, a primeira etapa do Campeonato Brasileiro da Classe C30. A tripulação de Ilhabela obteve três vitórias em seis regatas. Na prova final neste domingo (10), em Florianópolis, vitória do vice-campeão Katana Portobello (SC). Zeus Team (SC), Loyalty (RS) e Caballo Loco (SP), completaram a mais competitiva flotilha do circuito. A segunda etapa do Brasileiro será na Semana de Vela de Ilhabela, em julho.

A principal virtude da Classe C30 foi ter reunido na sede Jurerê do Iate Clube de Santa Catarina (ICSC), embarcações de três cidades: Florianópolis (SC), Ilhabela (SP) e Porto Alegre (RS). “A classe se oxigenou. Apresentou nível técnico acima da mais otimista expectativa. Até mesmo em relação às competições de Ilhabela”, enalteceu Mauro Dottori, comandante do Caballo Loco e um dos maiores entusiastas da C30.

Em busca do inédito título brasileiro, a tripulação do Kaikias Maserati demonstrou talento na raia de Jurerê, apesar de ter assumido o barco há apenas sete meses, na Semana de Vela de Ilhabela, de 2018. “Estamos muito felizes por levarmos essa conquista para Ilhabela. Faturamos o circuito e largamos na frente na briga pelo título brasileiro de 2019”, comemorou o timoneiro Beto de Jesus.

LEIA TAMBÉM
>>Retomada do mercado náutico movimenta litoral de SC nesta temporada de verão
>>Projeto do maior megaiate particular do mundo prevê cassino e galeria de arte
>>Novo iate de 27 metros da Azimut Yachts será fabricado no Brasil

Os elogios ao campeonato foram praticamente unânimes por parte dos velejadores. “Tivemos quatro dias perfeitos, com sol, vento constante (nordeste entre 8 e 15 nós), um clube muito simpático, pé na areia, em uma cidade linda, com muitos atrativos. Mais do que um campeonato, foi uma confraternização da vela. O nível dos adversários exigiu o máximo da nossa tripulação nas manobras e na tática. Trabalhamos muito bem”, exclamou Beto em relação ao campeão Kaikias Maserati.

Sempre atento às movimentações da classe, Dottori avaliou o que foram os quatro dias de regatas em Florianópolis. “A C30 foi um show à parte. O desempenho da tripulação do Kaikias, com velas novas, foi exemplar. Os barcos locais, Zeus e Katana guerrearam o tempo todo. O Loyalty, com tripulação nova, veio de Porto Alegre e mostrou evolução. Nós (Caballo Loco), mesmo com alguns problemas chegamos a liderar regatas. A raia é excelente e permite a troca constante de posições, diante do equilíbrio da C30. Nota mil para o Iate Clube de Santa Catarina”, elogiou Dottori.

 Afastado da classe há alguns anos, o velejador olímpico André Fonseca, o Bochecha, assumiu a tática do Caballo Loco em meio ao campeonato e ficou impressionado. “Eu nunca vi em uma competição de oceano uma classe com nível técnico tão elevado como as tripulações da C30 aqui em Santa Catarina”, definiu Bochecha.

 A flotilha paulista da Classe C30 volta a competir na etapa de abertura da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, que tem o Caiçara UV.Line como atual tetracampeão. As primeiras regatas serão em 16 e 17, 23 e 24 de março. Ao longo do ano serão quatro etapas. Os vencedores das demais classes no Circuito de Santa Catarina são: Ângela Star VI (ORC Geral), Inaê Transbrasa (IRC), Garrotilho (RGS Geral), Força 12 (HPE 25) e Astral (Cruzeiro).

Classificação da C30 após seis regatas (um descarte)

1– Kaikias Maserati (Eduardo Mangabeira): (3)+1+1+3+1+2 = 8 pontos perdidos

2 – Katana Potobello (Cesar Gomes Neto): 2+(DNF)+3+1+3+1 = 10 pp

3 – Zeus Sailing Team (Inácio Vandresen): 1+(4)+4+2+4+3 = 14 pp

4 – Loyalty (Alexandre Leal): 4+2+(DNF)+4+2+5 = 17 pp

5 – Caballo Loco (Mauro Dottori): (5)+3+2+5+5+4 = 19 pp     

Campeões Brasileiros da Classe C30     

2012 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2013 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2014 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2015 – Loyal – 06 (Marcelo Massa) – GVI   

2016 – Zeus Team – 08 (Inácio Vandresen) – ICSC

2017 – Katana Portobello – 07 (Cesar Gomes Neto) – ICSC  

2018 – Caiçara UV.Line – 09 (Marcos de Oliveira Cesar) – Pindá IC (Ilhabela) 

Quer conferir mais conteúdo de NÁUTICA?
A edição deste mês já está disponível nas bancas, no nosso app
e também na Loja Virtual. Baixe agora!
App Revista Náutica
Loja Virtual
Disponível para tablets e smartphones

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Casa de vidro sobre as águas no Texas está à venda por quase R$ 30 milhões; conheça

    Residência fica na cidade de Round Top, cujo último senso registrou população de 91 habitantes

    E-combustíveis para o setor marítimo podem gerar 4 milhões de empregos, diz pesquisa

    Estudo foi encomendado pelo Fórum Marítimo Global e indica que as vagas serão abertas até 2050

    Futurista e feita de titânio: conheça a lancha de 55 pés que parece uma nave espacial

    Com estilo contemporâneo, será a primeira embarcação lançada pelo estaleiro Mirrari, dos Emirados Árabes Unidos

    Litoral de São Paulo e do Rio pode ter ondas de até 3 metros neste sábado (18)

    Alerta da Marinha do Brasil vale para as cidades de Santos e Campos dos Goytacazes; confira dicas de segurança em caso de ressaca marítima

    Projeto na Croácia quer criar cinco vilas ecológicas de luxo à beira mar com direito a barcos elétricos

    Ideia da eD-TEC visa redefinir o conceito de vida de luxo, oferecendo energia solar às moradias durante os 365 dias do ano