Lars Grael na Volvo

Por: Redação -
11/04/2015

A família Grael é sinônimo de vela. Torben, Lars, Axel, Martine, Marco e cia limitada sempre dão orgulho ao Brasil dentro e fora da água. Na Volvo Ocean Race, o sobrenome está no panteão dos campeões com Torben, que conquistou o título na edição 2008-09. Outro exemplo de sucesso e de reconhecimento é Lars Grael, medalhista olímpico e hoje um dos porta-vozes da modalidade no Brasil. Mesmo depois de perder uma perna em um acidente em 1998, o campeão deu a volta por cima e é um dos melhores timoneiros da classe Star do mundo. Recentemente, Lars Grael venceu pela sexta vez o Campeonato Brasileiro da categoria e pela segunda a Bacardi Sailing Cup. Um exemplo de superação, assim como a Volvo Ocean Race.

“Na Volvo Ocean Race, os atletas se superam a cada dia, a cada etapa. É um evento único com o mais alto-nível técnico entre as tripulações. Disciplina, máximo rendimento e dificuldade fazem parte do campeonato. O barco só de mulheres é um exemplo, pois demostra superação e capacidade. Elas já venceram regatas locais e provaram que podem brilhar”, contou Lars Grael.

O velejador foi convidado para dar palestra nesta sexta-feira (10), na Vila da Regata. Mas antes, Lars Grael visitou a cidade de Itapema, próxima a Itajaí. No evento com a imprensa realizado no Plaza Resorts, o medalhista olímpico pediu mais investimento e atenção para vela oceânica nacional.

“O Brasil não tem cultura náutica. Existe um preconceito de que as marinas agridem ao meio ambiente. Essa imagem é antiga. O país ganharia com geração de renda e turismo, além do desenvolvimento do esporte náutico”, contou Lars Grael. “Somos referência na vela olímpica. Mas na vela oceânica a gente está um pouco atrás dos outros países, justamente por isso”.

Lars Grael elogiou os números de público da parada de Itajaí. O último levantamento já indicou que mais de 100 mil pessoas visitaram o local desde a última sexta-feira. “A reputação internacional foi grande para a cidade. A boa organização e o sucesso de público chamam a atenção para Itajaí”.

A Volvo Ocean Race aguarda a chegada do barco Dongfeng à cidade. O barco chinês navega a motor e deve atracar na Vila da Regata no início da semana que vem. O mastro chegou nesta sexta-feira de avião em Campinas e está a caminho de Itajaí. A largada para a sexta etapa — entre o Brasil e os Estados Unidos — será no domingo (19).

Foto: Aline Bassi/Balaio de Ideias

 

Curta a revista Náutica no Facebook e fique por dentro de tudo que acontece no mundo náutico.

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    Olimpíadas de Paris: você sabia que o surfe não será disputado na França?

    Em decisão polêmica, Comite Olímpico escolheu outro país para sediar todas as baterias do esporte; entenda

    Adolescente para lancha desgovernada e impede acidente em lago nos EUA

    Imagens gravadas por quem estava no local mostram jovem de 17 anos saltando de um jet em direção ao barco que rodopiava sem condutor

    Público do Brasília Boat Show tem desconto exclusivo em hotéis parceiros; saiba como funciona

    Visitantes do evento náutico, que atraca pela primeira vez no Lago Paranoá, poderão desfrutar de condições especiais no momento da reserva

    Navio de pesquisa de 1962 é capaz de “ficar de pé” no mar; assista em ação

    Quando na vertical, paredes internas viram pisos e móveis são adaptados para a nova posição

    Na dúvida de qual jet comprar? Confira modelos da Sea-Doo para cada necessidade

    Empresa conta com opções que atendem desde iniciantes no universo náutico até apaixonados por velocidade ou pesca