Principais marcas de motores estarão no São Paulo Boat Show 2022

Por: Redação -
16/06/2022

As principais marcas de motores náuticos confirmaram presença na próxima edição do São Paulo Boat Show, que ocorrerá de 23 a 28 de setembro no São Paulo Expo. As empresas Hidea, Mercury Marine, MWM, Yamaha e Volvo Penta mostrarão ao público do salão náutico paulista as últimas novidades em motores de popa e de centro-rabeta das mais variadas potências, geradores, equipamentos e sistemas de propulsão para barcos.

O São Paulo Boat Show é o maior evento náutico indoor da América Latina. Na edição deste ano, são esperados mais de 100 expositores, distribuídos por uma área climatizada de 90 mil m², com dezenas de novidades em lanchas, veleiros, jets, infláveis, motores, equipamentos, acessórios e serviços, além de atrações como destinos náuticos, palestras e artigos de luxo.

Anote aí!

SÃO PAULO BOAT SHOW 2022
Quando? De 23 a 28 de setembro
Onde? São Paulo Expo
Mais informações: [email protected]

Náutica Responde

Faça uma pergunta para a Náutica

    Relacionadas

    EUA enviam ao Rio de Janeiro porta-aviões gigante de 333 metros; entenda

    USS George Washington atracou no Brasil como parte da operação Southern Seas, que visa incentivar a cooperação entre os países

    Em fase final de testes, Aquabus de Ilhabela transportaram 1,5 mil pessoas no fim de semana

    Novo sistema de transporte aquaviário contará com três catamarãs e capacidade para 60 pessoas em cada viagem; data de inauguração ainda não foi divulgada

    Italiana Rossinavi lança catamarã híbrido-elétrico de 43 metros

    Modelo nasce como “projeto mais inovador” do estaleiro, com tecnologias sustentáveis e até uso de Inteligência Artificial

    Schaefer Yachts anuncia barco que não afunda, ideal para resgates em alto-mar

    Com o nome de Interceptor 48 Pilot, novidade é fruto de parceria com a empresa irlandesa Safehaven Marine

    Criatura de 18 metros está impactando a cadeia alimentar da vida marinha; entenda

    Gelatinoso e transparente, os "picles do mares" causam perturbações no ecossistema durante as ondas de calor oceânicas e preocupam cientistas